Cidadeverde.com
Esporte

Nelsinho Baptista é anunciado como novo técnico do Sport

Imprimir

Dez anos depois de assumir o Sport pela primeira vez, Nelsinho Baptista está de volta ao clube. O treinador, que estava no comando do Vissel Kobe (JAP), foi apresentado nesta segunda-feira como novo técnico do Rubro-negro pernambucano. 

Aos 67 anos de idade, ele assume o time em uma ocasião especial, prestes a completar uma década do título da Copa do Brasil de 2008, e não esconde o contentamento em estar voltando à sua “antiga casa”.

“O sentimento é de felicidade. Quando você pode retornar a uma antiga casa é uma valorização pelo seu trabalho. Acho que vou ser muito cobrado, minha responsabilidade é conseguir um trabalho vitorioso, como foi no passado. O presente é o que importa hoje. Decisões, atitudes que vão dar continuidade a esse respeito que adquiri aqui”, afirmou.

Relembrando do título de 2008, quando o Leão bateu o Corinthians na final do torneio, Nelsinho se mantém consciente de que está iniciando um no trabalho. Para ele, se apegar ao triunfo do passado não garantirá um presente vitorioso. “Não gosto de prometer nada. 

A única coisa que eu posso falar é que vim para trabalhar, organizar o Sport dentro de campo. O que aconteceu em 2008 foi trabalho. Venho com a mesma vontade, mais motivado ainda, encontro o Sport muito melhor em infraestrutura e fico satisfeito porque lutamos muito por isso naquela época”, apontou.

Há nove temporadas no futebol japonês, no qual também dirigiu, além do Vissel Kobe, o Kashiwa Reysol, Baptista assegura que se manteve atento ao futebol brasileiro e às mudanças que o esporte sofreu durante os 10 últimos anos. “Tinha que ficar atento ao mercado brasileiro, porque no Japão o treinador é o responsável pela contratação do jogador estrangeiro. 

Sempre estive observando, pedindo informações. Estava fora, mas não deixei de pensar e de analisar o futebol brasileiro. Estou a par do elenco do Sport, conheço alguns pessoalmente, alguns jogadores de renome, os mais jovens…tenho algumas informações”, garantiu.

O treinador, que além de conquistar a Copa do Brasil também se sagrou bicampeão pernambucano (2008 e 2009), assinou um contrato de uma temporada com o clube. O vínculo está previsto para durar até dezembro de 2018. 

O técnico interino Daniel Paulista, que terminou este ano à frente da equipe e a livrou do rebaixamento no Campeonato Brasileiro, desempenhará a função de auxiliar técnico do novo comandante.


Fonte: Gazeta Press

Imprimir