Cidadeverde.com
Política

Projetos para solucionar problemas de drenagem em Teresina serão priorizados em 2018

Imprimir

O Ministério das Cidades trabalha atualmente em 12 projetos para solucionar problemas de drenagem na cidade de Teresina. Segundo o secretário nacional de Saneamento Ambiental do ministério, Henrique Pires, os convênios com a Prefeitura permitirão que as áreas mais críticas da capital, como o Portal da Alegria, zona sul, possa receber obras de galerias, afastando os transtornos em decorrência dos alagamentos. 

Somente para essa região devem ser destinados R$ 76 milhões. A população residente no Portal da Alegria vem sofrendo, desde que o conjunto foi fundado, com problemas de alagamento no período chuvoso. Muitas famílias já perderam móveis, o calçamento em muitas ruas já foi completamente danificado e o problema vem se intensificando a cada inverno. 

Segundo Henrique Pires, os projetos nesta área estão sendo priorizados pelo governo federal. "A Prefeitura de Teresina é muito elogiada no Ministério das Cidades. O prefeito Firmino Filho tem sido incansável na busca de recursos para Teresina. Nós temos 12 convênios com a Prefeitura para elaboração de grandes projetos. Estamos perto de trazer cerca de R$ 76 milhões para o Portal da Alegria. Ela tem um projeto de R$ 80 milhões para a região do Saci e centro-sul e outros projetos em andamento. É importante ter projetos porque o governo federal tem priorizado o saneamento", afirma. 

O governo federal também, ainda de acordo com o secretário nacional de Saneamento Ambiental, está tomando medidas para desburocratizar a destinação de recursos para estados e municípios brasileiros. "O presidente Temer está fazendo a reformulação da lei do saneamento. Essa lei vai ampliar as atribuições da Agência Nacional de Águas, reduzir a burocracia para o licenciamento ambiental, não para se atentar contra o meio ambiente, mas vamos facilitar a alocação de recursos para municípios com capacidade e baixa perda", assegura.


redacao@cidadeverde.com

Imprimir