Cidadeverde.com
Geral

Cabo do Exército que atirou em folião é investigado por três crimes

Imprimir

O cabo do Exército Wanderson Lima Fonseca pode ser indiciado por tentativa de homicídio, lesão corporal e disparo em via pública. De acordo com o delegado Anfrísio Castelo Branco, titular do 1º Distrito de Polícia Civil de Teresina, o suspeito está sendo investigado pelos três crimes e o inquérito deve ser concluído até a próxima terça-feira (23). O cabo Wanderson e Francisco Felipe Marques, seu amigo, estão presos preventivamente.

"A motivação provavelmente foi uma briga de festa. O que alega a vítima é que houve um esbarro e os dois passaram a se encarar e chegaram as vias de fato", afirma o delegado.

O cabo possui a posse da arma mas não tem direito ao porte. De acordo com o delegado, as testemunhas contradizem o que afirmam os suspeitos e dizem que Francisco Felipe Marques, preso desde o último sábado também teria atirado.

"Ainda falta esclarecer a participação de cada um deles na ação. E ainda se outra pessoa efetuou disparos, ou somente o Wanderson", completa.

O cabo foi preso preventivamente por ter deixado o local do crime. Ao se apresentar já havia um mandado de prisão preventiva expedido contra ele que foi cumprido. Wanderson permanece sob custódia do Exército.

 

Rayldo Pereira
rayldopereira@cidadeverde.com 

Imprimir