Cidadeverde.com
Últimas

Medo da febre amarela faz postos ficarem sem a vacina em Teresina

Imprimir


O aumento de casos de febre amarela registrados no Brasil está resultando em uma maior busca das pessoas pela imunização da doença. Segundo a Fundação Municipal de Saúde, Teresina não é considerada uma área de risco para a Febre Amarela. No entanto, a população da capital está lotando os postos de vacinação para se vacinar contra a doença. 

Com o aumento da demanda, está faltando estoque da vacina em alguns postos de Teresina. O engenheiro mecânico Pedro Igor Costa, 26 anos, afirma que percorreu nove unidades básicas de saúde da capital e em nenhuma delas tinha imunização disponível. 

Morador do bairro Gurupi, localizado na zona Sudeste, o engenheiro só encontrou vacina contra a febre amarela no hospital do bairro Satélite, região Leste da capital. 

"Vou viajar para a Bahia no Carnaval. Como lá é área de risco achei melhor me vacinar. Andei em nove locais e só achei no hospital do Satélite", conta o engenheiro Pedro Igor. 

A diretora do hospital, Luciana Sebim, conta que, mensalmente, a unidade tem 300 doses da vacina em seu estoque. O número, de acordo com a gestora, não está sendo suficiente para atender a demanda. 

"A demanda aumentou muito nas últimas semanas por conta do alarde sobre a doença. Há muita procura de pessoas que nem se encaixam no perfil e, mesmo assim, querem tomar a vacina", conta Luciana, reforçando que Teresina não é área de risco da doença. 

Por dia, uma média de 30 pessoas é imunizada no hospital do Satélite contra a febre amarela. 

Perfil 

A diretora esclarece que se encaixa no público alvo da imunização: bebês de 9 meses a 4 anos de idade e pessoas que irão viajar para áreas consideradas de risco. A vacina deve ser aplicada pelo menos 15 dias atendes da viagem. 

No Piauí, mais de 50 municípios são todas como áreas de transmissão de febre amarela.

A FMS afirma que existem 104 salas de vacina em Teresina e as gerências devem comunicar quando está em falta qualquer vacina à gerência de Vigilância Epidemiológica e que esta irá fazer um levantamento para saber onde há vacinas da febre amarela disponíveis. 

Hoje à tarde tem vacina no Hospital do Parque Piauí/Satélite/Primavera.

Sesapi

Já no Estado, a gerente de Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde, Miriane Araujo, afirma que não falta vacina contra a febre amarela no Piauí. 

Segundo ela, há um estoque disponível de 16 mil doses para vacinação do público alvo que deve ser imunizado. 

A Sesapi repassa as doses para as secretarias municipais de saúde, que devem comunicar quando há falta de estoque.


Izabella Pimentel
redacao@cidadeverde.com

Imprimir