Cidadeverde.com
Política

Luciano Nunes assume o PSDB e anuncia filiação de Zé Filho

Imprimir

Com a saída repentina do deputado estadual Firmino Paulo do PSDB, a presidência do partido caiu no colo do deputado estadual Luciano Nunes. Ele, que é pré-candidato a governador, assumiu o diretório estadual nesta terça-feira (27) e já anunciou novidades: a filiação do ex-governador Zé Filho no dia 5 de abril.

“Estou assumindo o comando do PSDB e temos um projeto de ter uma candidatura. Nós vamos buscar todas as forças políticas de oposição que queiram se somar a este projeto. O Zé Filho é uma liderança, já foi do PSDB e será muito bem recebido”, declarou em entrevista à TV Cidade Verde.

Nos bastidores, a chegada de Zé Filho teria sido vetada pelo prefeito de Teresina, Firmino Filho. Mas, sob o comando de Luciano Nunes, o PSDB não vai abrir mão de receber o ex-governador de volta à sigla. “Se há alguma divergência, que isso possa dirimido em nome do projeto do PSDB que tem uma pré-candidatura ao governo do estado”, afirmou.

Luciano Nunes disse que recebeu com surpresa o comunicado de desfiliação de Firmino Paulo, que é sobrinho do prefeito de Teresina. “Estamos surpresos. O Firmino Paulo era o presidente do partido até ontem. Ele foi um dos que lançou nosso nome para a pré-campanha e nos acompanhou nas manifestações de janeiro até agora. Todos nós fomos pegos de surpresa quando ele nos comunicou. Deve ter sido uma decisão difícil e ele que siga o caminho dele”, declarou.

O deputado ressaltou que a ida de Firmino Paulo para um partido da base aliada, possivelmente o mesmo em que se encontra a primeira-dama de Teresina, Lucy Silveira, está descartada de uma vez por todas uma possível candidatura de Firmino Filho ao governo.

 “Se o presidente do PSDB, que tem relações pessoais com o prefeito, migra pra outra sigla e a primeira-dama permanece num partido que é contra o projeto do PSDB, essa é a mais eloquente sinalização da não pré-candidatura do prefeito. Não consideramos mais essa possibilidade. Eu assumo a presidência do PSDB e firmo meu propósito de seguir a caminhada. Fui conversar com o prefeito e colocar esse fato novo e ele, como prefeito da capital, tratar da situação do partido. Fui dizer que estou assumindo o partido e reafirmar que continuo pré-candidato”, finalizou.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir