Cidadeverde.com
Política

Álvaro Dias defende refundação da República e diz que eleitor quer ficha limpa

Imprimir

O senador Álvaro Dias (Podemos) concedeu entrevista a TV Cidade Verde nesta quarta-feira (18) diretamente de Brasília. Pré-candidato a presidente da República, ele defende a refundação da República, que é uma espécie de reformulação do sistema político do país.

Segundo o senador do Podemos, o atual sistema favorece a corrupção. Ele destaca o papel da operação Lava Jato na prisão de políticos e grandes empresários envolvidos em escândalos e afirma que no pleito de outubro, o eleitor deverá privilegiar os candidatos ficha limpa.

O presidenciável aponta as reformas que considera fundamentais para a reformulação do país. “O Brasil está desarrumado. O sistema político  corrupto e incompetente desarrumou o país e nos empurrou para esse caos administrativo, com uma nação mergulhada em um oceano de dificuldades. É preciso fazer uma refundação da República que passa por reformas fundamentais. A reforma do Estado com a reforma política, começando pelo andar de cima, afetando os privilégios das autoridades. Depois reforma do sistema federativo, tributária, previdenciária, essenciais para que o país volte a crescer no ritmo que deve crescer”, disse. 

Álvaro Dias destaca o papel da Lava Jato no combate à corrupção. Ele afirma que operação da Polícia Federal tem feito um “estrago” nos esquemas de corrupção. 

“Tudo isso é consequência desse sistema de governança corrupto que combatemos e queremos substituir denominando de refundação da República. |Esse sistema é a fabrica da corrupção. É necessário prender os barões da corrupção, muitos foram presos, outros certamente serão, mas é fundamental substituir o sistema ou caso contrário continuará fabricando barões da corrupção. É essencial a mudança do sistema. A Lava Jato faz um estrago na vida dos desoneste e altera o sistema eleitoral.  Não será como antes. A população vai priorizar os políticos ficha limpa. O povo tem exta noção do que representa a corrupção na sua vida”. 

Com relação ao Podemos no Piauí, o senador afirma que afirma que irá apoiar qualquer decisão que for tomada pelo senador Elmano Ferrer. O político piauiense é o representante do partido cotado para disputar o Governo do Estado.

“O palanque é forte quando é limpo, por isso, no Piauí será forte. O senador Elmano é honrado e digno e conquistou a simpatia de todos no Senado Federal. Acredito nele e sei que vai conduzir o partido muito bem. Atua conjuntamente com o ex-senador João Vicente Claudino (PTB). O que eles decidirem terá nosso aval porque será o melhor para o Piauí”, destacou. 

Lídia Brito
redaçã[email protected]

Imprimir