Cidadeverde.com
Economia

Lojistas relatam insegurança no Centro e farão apelo a secretário

Imprimir

Os lojistas do Centro de Teresina vão se reunir nesta quinta-feira (26) com o secretário de segurança, Coronel Rubens Pereira, para fazer um apelo na tentativa de diminuir o número de assaltos na região. Os empresários temem prejuízos com o afastamento dos clientes.

“Isso influencia diretamente, pois a pessoa deixa de ir às lojas no Centro com medo. Quando é 17h já está tudo isolado e todo mundo começa a correr com medo de assaltos. É uma situação complicada. Vamos mostrar isso ao secretário para tentarmos ter pelo menos a sensação de segurança”, disse o presidente do Sindilojas, Tertulino Passos.

Segundo ele, os assaltos são diários no Centro e as mulheres estão entre as principais vítimas. “Os lanceiros atacam principalmente as senhoras. Elas vão para o Centro e demora pouco alguém está puxando a bolsa. Muitas pessoas reclamam dos pequenos furtos até os grandes, como foi aquele último que aconteceu. Todo dia acontece assalto na frente das lojas, com os próprios funcionários indo para a parada de ônibus ou saindo para pegar o carro. Sempre tem alguém de olho para levar alguma coisa”, relata.

As lojas também são vítimas dos criminosos o que gera um investimento alto em segurança. “Em relação às lojas, a gente gasta muito com segurança. Quando tentam arrombar, normalmente a vigilância eletrônica de cada estabelecimento chega. A questão do arrombamento tem, mas ainda não temos a estatística, mas é bastante significativo”, afirma o presidente.

Além do Sindilojas, participam da reunião integrantes da CDL, Associação Comercial do Piauí, AJE, Fecomércio e demais entidades do comércio.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Imprimir