Cidadeverde.com
Geral

Assaltos a ônibus em Teresina já chegam a 50 casos somente neste ano, diz sindicato

Imprimir

Somente neste ano, cerca de 50 assaltos já foram registrados nos transportes coletivos em Teresina contra motoristas, cobradores e passageiros. Alguns profissionais chegaram a sair feridos.  Os dados são do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintetro). 

Os números correspondem apenas aos números que tiveram registro de boletim de ocorrência. 

“Os caras (assaltantes) agem com requintes de crueldade, de forma muito violenta. Agride o trabalhador, agredi o usuário. Levam todos os pertences. E o trabalhador fica em uma situação sem saber o que fazer”,  disse Francisco Gomes, 2º secretário do Sintetro. 

No dia 27 de abril deste ano, um cobrador acabou sendo ferido em um assalto na zona Sudeste. A situação se repete com frequência em vários pontos da capital. Uma passageira, que preferiu não se identificar, disse que já foi assaltada por duas vezes ao sair do Terminal de ônibus – Bela Vista, na zona Sul.

“Eles já entraram muito agressivos. Logo que entraram já foram logo anunciando (o assalto) e batendo nas cadeiras, ameaçando a gente”, disse a passageira.

“Eu já passei por vários. Não é bom não. É complicado. A gente fica assustando quando entra pessoas desconhecidas, fica nervoso, tremulo”, disse um motorista de ônibus, Edimar Albuquerque.

A polícia pede que as pessoas vítimas desse tipo de ação não deixem de registrar os boletins.

“Nós estamos fazendo diversas blitze, parando ônibus, e já conseguimos evitar diversos assaltos”, ressaltou o coronel Márcio Oliveira, comandante de Operações da Polícia Militar, pedindo que alguém informe a política – de maneira cautelosa - a ação dos assaltantes para que seja realizado um flagrante.

 

Carlienne Carpaso
carliene@cidadeverde.com 

Imprimir