Cidadeverde.com
Cidade Verde Amarela

Sem oba-oba: seleção brasileira é blindada na Granja Comary

Imprimir

Pedro Martins / MoWA Press

Neymar, Douglas Costa, Thiago Silva e Renato Augusto chegam de helicóptero para os treinos na Granja Comary

Por vezes é difícil encontrar o equilíbrio durante a preparação para uma Copa do Mundo. Tem que fechar tudo? Libera torcida para assistir? Selfies na grade? Todos os treinos a portas cerradas?

Nesta segunda-feira, 21 de maio, a seleção brasileira começa sua caminhada rumo à Rússia com uma blindagem forte preparada pela comissão técnica de Tite.

Já na chegada, os jogadores não têm contato com a imprensa. Não há zona mista nem entrevistas com o elenco pelos próximos três dias.

Os atletas estão subindo para Teresópolis via helicóptero ou vans - a rodovia que liga o Rio de Janeiro à cidade serrana fechou nesta segunda por causa da greve de caminhhoneiros, atrasando quem viria por via terrestre.

Dos 29 treinos programados por Tite (somando a preparação em Teresópolis, Londres, Viena e Sochi mais o período dos três jogos da Copa do Mundo em solo russo), apenas oito serão integralmente abertos à imprensa.

Sete atividades vão ser fechadas, e na Granja Comary o esquema de blindagem está montado: tapumes foram colocados na área destinada à imprensa; da rua que dá acesso à concentração, é possível ver apenas uma bandeira de escanteio; o asfalto que separa a Granja Comary do lago também está fechado.

Contato com a população da cidade, como aconteceu há quatro anos, será restrito.

E será assim, sem oba-oba, que a seleção fará sua preparação em casa para a Copa do Mundo da Rússia.

Fonte: ESPN

Voltar Cidade Verde Amarela
Imprimir