Cidadeverde.com
Esporte

Abel defende presidente e evita relacionar salários atrasados a má fase

Imprimir

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

O Fluminense vive momento preocupante na temporada. Na quarta-feira (13), o time tricolor chegou à quarta derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro e já se vê ameaçado pelas últimas colocações.

Para piorar, a situação nos bastidores também não é das melhores. Em crise financeira e política, o clube encontra dificuldades para buscar reforços.
Apesar disso, o técnico Abel Braga saiu em defesa da diretoria após a derrota de 1 a 0 para o Santos. O treinador chamou de covardes as críticas ao presidente Pedro Abad.

"É um pouco covarde, tudo que aconteceu no ano passado e esse ano, jogam nas costas do Pedro [Abad]. Em janeiro, quando ele veio falar da situação do Fluminense, eu disse que ele tinha de explicar. Gosto imensamente dele. É um homem. Tive oportunidade de conhecer a família, pessoal de alto nível. Mas torcedor quer ver conquista. Conquistamos pouco, dois títulos pequenos. Isso não basta para o torcedor. É meio complexo", disse o treinador.

Abel aproveitou também para descartar a hipótese de que a equipe não esteja rendendo dentro de campo por conta de atrasos nos salários. Para o treinador, a situação não serve como justificativa para o mau momento dentro de campo.

"Se tivesse afetando, o time não corria. Claro que para os jogadores poderem jogar com tranquilidade seria melhor se os direitos de imagem fossem pagos. Mas a gente não pode ir por aí", completou.

Atualmente, os atletas do Fluminense estão com vencimentos dos direitos de imagem em atraso, além de uma parcela do valor em carteira.
Mesmo diante do cenário delicado, Abel cobrou reforços para a equipe reagir após a Copa do Mundo. O comandante falou que a diretoria precisa deixar de lado a postura cautelosa no mercado e ir atrás de novos nomes para o elenco.

Com a paralisação por conta da Copa do Mundo, os jogadores do Fluminense têm folga até 26 de junho, data que está marcada a reapresentação. Na retomada do Campeonato Brasileiro, o Fluminense tem clássico contra o Vasco, em São Januário.

 

Imprimir