Cidadeverde.com
Política

Vereadores votam Orçamento 2009 nesta quinta-feira

Imprimir
A Câmara Municipal de Vereadores votará na próxima quinta (13) o Orçamento Geral do Município de 2009. O valor superou em 16% o Orçamento de 2008, fechando em mais de R$ 1 bilhão. Somente para novos investimentos na capital serão destinados R$ 171,5 milhões, incluindo o Programa Lagoas do Norte e o Projeto Vila-Bairro.

Em 2009, a Prefeitura continua tendo como prioridades básicas a saúde e a educação municipal. Dentro da proposta, será destinado R$ 380 milhões para saúde e R$ 189,3 milhões para educação da capital, esses valores correspondem aproximadamente a 52% de todo o orçamento municipal.
 

Parlamentares irão votar o Orçamento 2009 nesta quinta-feira

Nas funções saúde e educação, a Prefeitura obedeceu aos limites constitucionais de repasse de recursos para manter e desenvolver o ensino infantil e fundamental e melhorar a promoção de assistência integral à saúde da população. “Em cada proposta apresentada é identificado o objetivo de persistir nas transformações sociais e econômicas para um maior bem-estar e qualidade de vida dos teresinenses”, ressaltou o prefeito Sílvio Mendes.

O Orçamento estará voltado ainda para áreas de urbanismo, habitação e saneamento com recursos em torno de R$ 220 milhões. “Como a cidade tem crescido bastante a parte de urbanização também tem sido priorizada, mas esse é um orçamento realista e que tem como filosofia governar a capital com equilíbrio financeiro e atender a população de todas as regiões da cidade, principalmente as áreas mais carentes”, enfatizou o secretario municipal de Planejamento e Coordenação, Freitas Neto.

A Lei Orçamentária do Município prevê as receitas e planeja as despesas da gestão municipal para o ano seguinte, seguindo as diretrizes estabelecidas pela Lei de Diretrizes Orçamentárias. O Orçamento Geral do Município inclui as despesas com a máquina administrativa, investimentos, amortização da dívida e outras despesas correntes. “A austeridade nos gastos, aliada à clareza na estimativa da receita, eleição de prioridades, absoluta transparência e estímulo à ampla participação popular dão forma e conteúdo à administração pública de Teresina”, destacou Sílvio Mendes. 
 
 
Redação
Tags:
Imprimir