Cidadeverde.com
Geral

Médicos mantêm paralisação no atendimento ao Fusex

Imprimir
Durante Assembléia Geral ocorrida na última terça-feira (11), na sede do Sindicato dos Médicos, a categoria decidiu manter a paralisação no atendimento ao Fusex, suspenso desde o último dia 09 de outubro devido à relutância do convênio em negociar reajustes de consultas e procedimentos baseados na CBHPM (Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos).

O SIMEPI havia recebido um ofício do convênio, solicitando que a paralisação fosse suspensa por 60 dias, para que fossem começadas novas negociações em janeiro de 2009. A diretoria do Fusex no Piauí argumentou que não possuía autonomia para decidir sobre reajustes sem o aval do Exército Brasileiro, mas os médicos presentes na Assembléia consideraram que este era um problema administrativo que não cabia ser resolvido pela categoria e sim pelo gestor do plano.

Segundo o presidente do Sindicato dos Médicos, o objetivo da paralisação não é punir os beneficiários do plano, mas buscar a valorização da categoria por meio de uma remuneração justa. Para Eulálio, retroceder nesta reivindicação seria jogar fora toda a luta do SIMEPI para implantar valores dignos e condizentes com a atuação dos profissionais da Medicina.
 
 
Redação
Tags:
Imprimir