Cidadeverde.com
Viver Bem

Veja o que causa a dor do crescimento e as complicações deste incômodo

Imprimir

Seu filho já está prestes a dormir e de repente reclama de uma dor difusa atrás do joelho. Se esse incômodo não for acompanhado de outros sintomas e nem piora com o movimento da perna, provavelmente trata-se de dor do crescimento. Ela é um sintoma muito comum na infância (de 3 a 12 anos) e pode aparecer tanto em meninos quanto em meninas. A dor do crescimento aparece geralmente na região das pernas, mas às vezes nos braços, e não tem uma causa definida. Como não se trata de uma doença ou distúrbio, não há necessidade de cura, mas é possível aliviar o sintoma.

 

Quais são as causas da dor do crescimento?
As causas da dor do crescimento ainda não são unanimidade na ciência. Há quem atribua ao crescimento dos ossos. No entanto, os ossos crescem devagar e, mesmo na fase do chamado estirão, não deveriam causar dor.

 

Entre as causas que são especuladas, estão:

- Fadiga muscular, causada pelo excesso de brincadeiras e atividade física
- Postura incorreta da criança durante o dia quando está sentada, de pé ou andando
- Estresse ou ansiedade em períodos de conflitos familiares ou provas escolares

 

Quais os sintomas da dor de crescimento?

Os sintomas da dor de crescimento são uma dor difusa, em geral sentida nas pernas, com as seguintes características:

- A dor do crescimento é localizada em alguma das pernas, geralmente na panturrilha ou próxima aos joelhos (atrás, na frente ou entre eles)
- A dor do crescimento pode, mais raramente, acontecer nos braços
- A dor do crescimento não aumenta ou alivia com o movimento, ou seja, não estão nas articulações
- A dor do crescimento acontece pela noite ou ao anoitecer, cessando pela manhã
- A dor do crescimento vai e volta
- A dor do crescimento acontece toda noite, algumas vezes por semana ou só às vezes
- A dor do crescimento pode ser forte e até acordar a criança
- A dor do crescimento pode vir acompanhada de dores de cabeça

 

Fonte: Minha Vida

Imprimir