Cidadeverde.com
Economia

Eletrobras tem lucro de R$ 2,8 bilhões no segundo trimestre

Imprimir

NICOLA PAMPLONA
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A Eletrobras registrou lucro de R$ 2,832 bilhões no segundo trimestre de 2018, alta de 723,2% com relação ao verificado no mesmo período de 2017. O resultado teve forte impacto do reconhecimento de tarifas das distribuidoras que a empresa tenta vender. 

No primeiro semestre, o lucro acumulado da Eletrobras é de R$ 2,888 bilhões, contra R$ 1,722 bilhões no mesmo período do ano anterior, informou a empresa nesta quarta (15).

O balanço foi impactado pela edição, em julho, de portaria do Ministério de Minas e Energia que garantiu a neutralidade econômica das distribuidoras em processo de privatização -que garantiu à empresa ressarcimento com as perdas na operação das empresas. 

Com isso, a Eletrobras contabilizou em seu balanço R$ 3,482 bilhões a receber do governo -R$ 382 milhões relativos ao primeiro semestre de 2018 e R$ 3,452 bilhões de novembro de 2016 a dezembro de 2017.

Em julho, o governo conseguiu realizar o leilão da Eletrobras Piauí (antiga Cepisa), mas há obstáculos para a venda de outras cinco empresas, que operam em Alagoas, Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima. 

A venda delas depende de aprovação de projeto de lei no Congresso. No caso da primeira, há ainda uma liminar no STF (Supremo Tribunal Federal), obtida pelo governo alagoano. 

Com o reconhecimento do direito tarifário das distribuidoras, o segmento de distribuição fechou o trimestre com resultado positivo de R$ 906 milhões, depois de anos de prejuízos. 

A Eletrobras fechou o trimestre com receita líquida de R$ 12,288 bilhões, alta de 35% com relação ao mesmo período do ano anterior. Já a geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos e depreciações)  subiu 96%, para R$ 5,293 bilhões. Ao fim do trimestre, a dívida da empresa era de R$ 17,641 bilhões, queda de 13,1% com relação ao fim de 2017.

Imprimir