Cidadeverde.com
Geral

No Piauí, ministro da Saúde lança vacinação em Demerval Lobão

Imprimir

Foto: Divulgação

Os mais de 36 mil postos de saúde em todo o país abriram as portas neste sábado (18) para o chamado Dia D de Mobilização Nacional contra o sarampo e a poliomielite. Todas as crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos devem receber as doses, independentemente de sua situação vacinal. A campanha segue até 31 de agosto.

No Piauí, o alerta da secretaria de Saúde é pelo fato de que apenas 15% das crianças foram vacinadas, conforme boletim divulgado na última sexta-feira (17). Apenas três municípios confirmaram a imunização de mais de 60% do público-alvo. Neste sábado (18), o Ministro da Saúde  Gilberto Occhi e o secretario de Saúde do Estado, Florentino Neto,  participaram da Abertura do Dia Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite. A ação aconteceu na cidade de Demerval Lobão, onde foram recepcionados pelo Prefeito Júnior Carvalho e toda sua equipe.

“É importante que os pais levem seus filhos aos postos de saúde para tomarem as vacinas. Temos que proteger nossas crianças, e a melhor forma é com a vacina”, pontua Florentino Neto.

Florentino destaca que esse é um momento de orientação. “Até o dia 31 de agosto as famílias terão a oportunidade de ir aos postos de vacinação, nas unidades básicas de saúde (UBS), com a caderneta da vacina nas mãos, não só para receber a vacina contra pólio e sarampo, mas, se for o caso, para obter informações sobre o conjunto de vacinas que disponíveis no SUS”, destacou.

Este ano, a vacinação será feita de forma indiscriminada, o que significa que mesmo as crianças que já estão com esquema vacinal completo devem ser levadas aos postos de saúde para receber mais um reforço. No caso da pólio, as que não tomaram nenhuma dose ao longo da vida vão receber a vacina injetável e as que já tomaram uma ou mais doses devem receber a oral.

Para o sarampo, todas as crianças com idade entre 1 ano e menores de 5 anos devem receber uma dose da tríplice viral, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com

Imprimir