Cidadeverde.com
Esporte

Guerrero não joga mais em 2018 após Justiça suíça revogar efeito suspensivo

Imprimir

O atacante Paolo Guerrero e o Internacional receberam uma notícia ruim na manhã desta quinta-feira. A Suprema Corte suíça decidiu revogar o efeito suspensivo concedido pelo Tribunal Federal do país. Agora, o atacante peruano terá de cumprir o restante de sua pena, que vai até o final de 2018.

Foto: Ricardo Duarte/Internacional

A informação foi trazida pelo repórter Eric Faria, da TV Globo. Agora, Guerrero esgotou seus recursos e não tem mais opções jurídicas para tentar reverter a decisão.

Contratado recentemente pelo Inter, com um contrato de três temporadas, ele foi condenado originalmente por um ano em 2017, por doping causado por um metabólito da cocaína. O TAS (Tribunal Arbitral do Esporte) ampliou a suspensão para 14 meses, mas Guerrero conseguiu a redução para seis meses junto à Fifa.

De acordo com a repórter Bibiana Bolson, o clube gaúcho não terá de pagar os salários de Guerrero após a queda da liminar. O Inter está 'protegido' contratualmente, e o vínculo entre os dois lados permanece 'congelado'.

A redução de pena permitiu que Guerrero voltasse a atuar pelo Flamengo e disputasse a Copa do Mundo da Rússia com a seleção do Peru.

A expectativa era de que o peruano fizesse sua estreia com a camisa do Inter neste domingo, quando o time recebe o Palmeiras pelo Campeonato Brasileiro.


Fonte: ESPN

Imprimir