Cidadeverde.com
Esporte

Estudo da Fifa mostra novo recorde na última janela de transferências

Imprimir

Cristiano Ronaldo na Juventus, Alisson no Liverpool, Thomas Lemar no Atlético de Madrid, Jorginho no Chelsea… A última janela de transferências do futebol europeu, diante de tantos nomes de peso, bateu novo recorde: 4 bilhões e 210 milhões de dólares (mais de R$ 17 bilhões na cotação atual), segundo estudo divulgado pela Fifa nesta quarta-feira (12).

O valor engloba os cinco principais campeonatos da Europa, Inglês, Alemão, Espanhol, Italiano e Francês, e representa aumento de 6,6% em 2018, superando os 3 bilhões e 950 milhões de dólares do ano passado. Em 2016, o montante foi de 2 bilhões e 790 milhões de dólares, segundo a AFP.

A Itália, que recebeu Cristiano Ronaldo em meio à Copa do Mundo, teve aumento de 74,7%, enquanto a Espanha ampliou seu investimento em 42,2%. A que mais gastou na última janela de transferências, entretanto, foi a Premier League, com 1 bilhão e 144 milhões de dólares pagos.

O valor global de transações em todo mundo alcançou os 5 bilhões e 440 milhões de dólares, entre o dias 1º de junho e 1º de setembro de 2018. No período, 182 das 211 federações que formam a Fifa estavam com a janela de transferências aberta. Os resultados procedem do Sistema Internacional de Transferências (ITMS) da Fifa, que registra todas as transações.


Fonte: Gazeta Esportiva

Imprimir