Cidadeverde.com
Cidades

Piauí possui 11 açudes com menos de 50% da capacidade, revela Dnocs

Imprimir

A forte seca que assola o Piauí em 2018 já possui reflexos nos reservatórios de água do Estado. Dos 25 açudes administrados pelo Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), por exemplo, 11 estão com capacidade inferior a 50%. A situação mais grave é no açude Cajazeiras, localizado no Rio Condado, em Pio IX. Lá o volume é de apenas 2,43%, ou seja, totalmente seco.

Cajazeiras tem capacidade para armazenar 24 milhões de m³ de água, que normalmente eram usados para o consumo humano e animal, além do lazer. Situação semelhante vive o açude de Fátima, localizado no Rio Macacos, em Picos, que também secou.

No levantamento do Dnocs atualizado esta segunda-feira (24), se aproximam do volume morto as barragens de  São Julião (12,44%), Pedro II (12,65%), Curimatá (13,56%) e  Padre Marcos (14,65%).

Estão com volume próximo dos 50%, de acordo com o Dnocs, os açudes de São Raimundo Nonato (45%), Bocaina (33%) e Caracol (42%).

Cheios

Apenas  duas barragens do Piauí estão com volume acima dos 90% de armazenamento. É o caso de Jenipapo, em São João do Piauí com 97,18% e a de Piripiri, no riacho Pé de Serra, que se encontra com 92,59% da sua capacidade.

 

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Imprimir