Cidadeverde.com
Política

Dr. Pessoa se pronuncia e diz que houve invasão da democracia

Imprimir

O candidato do Solidariedade ao governo do Piauí, deputado estadual Dr. Pessoa, lamentou o resultado das eleições afirmando que houve uma “invasão da democracia”.  Dr. Pessoa, que ficou em segundo lugar na votação, afirmou que desconfia do resultado das urnas eletrônicas. 

Na noite deste domingo (7), após o resultado do pleito que reelegeu o governador Wellington Dias (PT) no primeiro turno, Dr. Pessoa concedeu entrevista. Ele falou no comitê, no bairro Lourival Parente, zona Sul de Teresina, de onde acompanhou toda a apuração. 

“Este resultado que está aí foi invasão da democracia, invasão econômica e eu agradeço a Deus e ao povo, mas desconfio das urnas eletrônicas, porque até o próprio Supremo Tribunal já disse que as urnas não são confiáveis. Eu desconfio e já foi até constatado dos invasores que têm, desses malandros da democracia”, falou o candidato. 

O deputado deu as declarações depois do episódio ocorrido no momento da sua votação hoje, em que segundo ele, não apareceu nem a sua foto nem a do candidato à senador da sua coligação, o cantor Frank Aguiar (PRB), quando ele digitou os números. 

Ele discorda do resultado porque diz que “via por todos os lugares os povo vaiando o governador Wellington Dias e aclamando não só a mim como a outros”.

De acordo com o deputado, foi um resultado “perverso, pra continuar massacrando o povo do Piauí. Não é um desabafo, eu sou equilibradíssimo”. 

O parlamentar afirmou ainda que irá entrar com uma ação judicial para que seja investigado o ocorrido com a urna eletrônica no momento da sua votação. “Para investigar essa falta de democracia e invasão à constituição federal”. 

E complementou: “eu tenho as mãos limpas e o Brasil quer estar com aqueles que têm mãos suja. com esses que têm carne e osso, mas não tem alma, não tem coração”.

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir