Cidadeverde.com
Esporte

Botafogo e Vasco empatam e seguem ameaçados pelo rebaixamento

Imprimir

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) - Em jogo de baixa qualidade técnica, Botafogo e Vasco ficaram no empate por 1 a 1, nesta terça-feira (9), no estádio Nilton Santos, e continuaram em situação perigosa na tabela do Campeonato Brasileiro faltando apenas dez rodadas para o fim da competição.

Maxi López comemora o gol marcado no primeiro tempo (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco.com.br)

Luiz Fernando abriu o placar para o Botafogo, mas Maxi López assegurou o empate vascaíno ainda no primeiro tempo. Com o resultado, o Botafogo se manteve na 12ª posição, agora com 34 pontos. O Vasco conseguiu sair da zona de rebaixamento e subiu para 15º lugar, com 31, mas apenas a um ponto da zona de rebaixamento.

O Botafogo terá quase uma semana de preparação para o chamado "duelo de seis pontos" com o Ceará, na próxima segunda-feira (15), em Fortaleza (CE). Já o Vasco recebe no domingo (14) o Cruzeiro em São Januário (RJ). Os mineiros provavelmente estarão com os reservas em função da disputa da final da Copa do Brasil.

O destaque da partida foi Matheus Fernandes. O volante do Botafogo teve grande atuação e comandou o meio de campo do time. Ele fez várias jogadas de categoria e ainda mostrou disposição na marcação. Pelo lado do Vasco, Maxi López foi o melhor. o argentino ficou muito isolado, mas foi decisivo na única chance que teve.

O Botafogo iniciou o jogo em cima do Vasco empurrado pela torcida no Engenhão. A pressão deu resultado e os donos da casa abriram o placar aos 17min. Lindoso fez lançamento para Kieza que só escorou para Luiz Fernando. O camisa 10 chutou de primeira e acertou o canto direito de Fernando Miguel: 1 a 0.

Tão logo ficou atrás do placar, o Vasco tentou deixar tudo empatado. Fabrício recebeu na entrada da área e fez lançamento na cabeça de Henrique. Marcinho se antecipou e quase marcou contra. Sorte dele é que Saulo estava atento e fez boa defesa.

Por característica, o Vasco tenta sempre sair tocando a bola desde os zagueiros. O Botafogo entendeu e passou a pressionar o adversário. Em um desses lances, o Alvinegro roubou a bola próximo da entrada da área e quase fez o segundo. Luiz Fernando cruzou pela esquerda a bola desviou em Luiz Gustavo e parou no travessão. Na sobra, Bochecha ainda chutou para fora.

Mesmo com o time produzindo pouco, o Vasco conta com o perigoso Max López. Na primeira chance que teve na partida, o argentino colocou para dentro. Willian Maranhão chutou de longe a bola desviou em Marcinho e sobrou para o camisa 9. Ele deslocou Saulo e correu para o abraço: 1 a 1.

Assim como no primeiro tempo, o Botafogo usou os minutos iniciais para pressionar o adversário na volta do intervalo. Luiz Fernando fez grande jogada pela esquerda e rolou para Moisés, que não alcançou. Na sequência, Lindoso encontrou Kieza denrtro da área. O camisa 9 cabeceou para boa defesa de Fernando Miguel.

O Botafogo reclamou bastante de um possível pênalti não marcado em cima de Kieza. O atacante disputou bola com Ramon dentro da grande área e levava a melhor quando foi puxado pelo lateral esquerdo do Vasco. Os dois foram ao chão, mas a arbitragem não viu infração no lance.

No fim do segundo tempo, o Botafogo reclamou novamente de um pênalti não marcado. Após cobrança de escanteio, pimpão desvia na primeira trave a bola bate nos braços de Pikachu. A arbitragem, novamente, mandou seguir.

Imprimir