Cidadeverde.com
Política

Júlio César se reunirá com presidente nacional do PSD para tratar sobre 2º turno

Imprimir

O deputado federal Júlio César (PSD), reeleito nas eleições deste ano, falou que ouvirá a executiva nacional do partido para definir o apoio do partido em nível regional, sobre o segundo turno das eleições presidenciais. Júlio César lembrou que no primeiro turno, o PSD nacional deixou os diretórios a vontade para apoiarem o candidato que quisessem e que o PSD optou por continuar o apoio ao governador Wellington Dias (PT).

O deputado contou, em entrevista hoje ao Jornal do Piuaí, que terá um encontro nesta quarta-feira (10), em Brasília, com o presidente do Partido, Gilberto Kassab, para definir um posicionamento sobre o segundo turno e sinalizou que pretende continuará apoiando o PT. O deputado disse também que essas foi a eleição com os candidatos mais competitivos de todas que ele já participou, na qual conseguiu 110.802 votos e que na anterior, em 2014, conquistou 99.750, o que representa um aumento de 11%.

“Participamos da coligação do governador, estivemos com ele defendendo todos os interesses do estado através da liderança dele [...] e evidentemente vamos ouvir o partido. Tenho um encontro hoje com o presidente nacional, Gilberto Kassab, para ouvir a opinião partidária, eu sou muito partidário. Então, no primeiro turno ele deixou a vontade, nós acompanhamos o governador e no segundo turno agora eu vou ouvir agora a direção nacional para ver que orientação nos dará”, falou o deputado. 

De acordo com Júlio César, o maior diferencial dessas eleições foi a competitividade dos candidatos para deputado federal. “Foi uma eleição muito competitiva. De todas que eu concorri para deputado federal foi a que teve mais candidatos competitivos e a gente teve que mudar nossas estratégias. Além de fortalecer a identidade com as lideranças, que eu tenho um trabalho muito grande em favor dos municípios, dos apicultores, em favor do Piauí, também tivemos que usar muito as redes sociais, modernizando as campanhas”, observou.

O parlamentar também destacou que sempre teve um bom relacionamento como todos os congressistas e que quer aprofundar a relação com os novos eleitos.

Lyza Freitas
redacao@cidadeverde.com

Imprimir