Cidadeverde.com
Política

Assembleia fará sessão especial em homenagem ao centenário de Alberto Silva

Imprimir

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho, afirma que o MDB deve aguardar a decisão do partido sobre cargos para o partido. Segundo ele, cabe ao governador tomar as decisões. 

“O Poder Executivo é comandado pelo governador Wellington Dias. É ele que vai tomar as decisões. Esse é o entendimento do deputado Themístocles Filho”, declarou. 

Themístocles afirma que algumas surpresas podem ocorrer. “Vamos aguardar. É assim em qualquer governo. Quem convida quem chama é o Poder Executivo. Vemos isso a nível nacional. Tem gente que nem pensava que seria convidado para ser ministro e agora é ministro do Jair Bolsonaro. No Estado do Piauí é o governador Wellington Dias que vai conduzir”, disse.

Em reunião realizada no início da semana, a executiva do MDB apoiou documento entregue, pelos Progressistas, ao governador Wellington Dias (PT) defendendo o corte de secretárias. O partido defendeu a necessidade de redução de cargos.  “É o governador que vai chamar dizer como vai ser e quando isso vai acontecer”, afirmou. A Assembleia Legislativa do Piauí em conjunto com a Câmara de Teresina irá realizar uma sessão solene me homenagem aos 100 anos de vida do ex-governador Alberto Silva. O deputado Themístocles Filho afirma que a Câmara deverá aprovar a realização da sessão conjunta que está marcada para ocorrer às 10 horas do próximo dia 28 no plenário da Assembleia. 

De acordo com o presidente da Alepi, Alberto Silva foi um dos maiores governadores e uma das maiores lideranças políticas do nosso Estado, por isso merece ser homenageado. “Ele sempre foi um homem a frente do seu tempo. Um homem com grandes idéias, que sempre vislumbrou grandes obras”, afirmou.

Alberto Silva nasceu no dia 10 de novembro de 1918 e faleceu no dia 28 de setembro de 2009, era engenheiro civil, engenheiro eletricista e engenheiro mecânico. Ele foi filiado ao Partido do Movimento Democrático Brasileiro e governou duas vezes o Piauí.

Lídia Brito
Com informações da Assembleia

Imprimir