Cidadeverde.com
Geral

Motorista de aplicativo e mais dois são presos suspeitos de participação em homicídio

Imprimir

Três suspeitos de participação na morte de Washington Wesley da Cunha Maciel, conhecido como Magão do Gás, foram presos em cumprimento a mandados de prisão preventiva. O crime ocorreu no feriado do aniversário de Teresina, 16 de agosto, no bairro Aeroporto, na zona Norte de Teresina, e pode ter sido motivado por vingança. 

Os presos foram identificados como Amanda Karolliny Cavalcante Leal Amorim [apontada como mandante] o motorista de aplicativo Samuel Martins Nepomuceno [apontado como partícipe] e Alesson Monteiro de Sena [apontado como executor]. 

"As investigações apontaram que a Amanda foi a mandante do crime e teria premeditado por vingança. O Washington teria envolvimento com a morte do namorado dela identificado como Antônio Herzrom de Morais Loponte", explica Marcelo Leal, delegado do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). 

O delegado acrescenta que Samuel e Alesson também são investigados na morte de João Carlos da Silva, conhecido como Tuíba. O crime ocorreu em 20 de agosto, quatro dias após o assassinato de Magão do Gás.

"Tanto o Tuíba quanto o Magão do Gás teriam relação com a morte de Antônio Herzrom e por isso foram mortos. Os assassinatos teriam sido motivados por vingança. Um aconteceu no dia 16 de agosto e o outro no dia 20 do mesmo mês. Ambos os homicídios guardam relação entre si e ocorreram em razão de vingança pela morte de Antônio Herzrom", acrescenta Leal.

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa disponibiliza o número 181 para denúncias anônimas.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

 

Imprimir