Cidadeverde.com
Esporte

Fluminense busca virada contra o Atlético-PR na Sul-Americana

Imprimir

O Fluminense ainda tem uma dura missão pela frente no Campeonato Brasileiro, mas precisa fazer uma parada importante na Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira (28), a equipe carioca enfrenta o Atlético-PR no Maracanã pela segunda partida da semifinal.

Foto: Lucas Merçon/FFC

Para avançar à decisão, que seria a segunda de sua história -perdeu em 2009 para a LDU-, o Fluminense precisa ganhar por três gols de diferença. Como foi derrotado por 2 a 0 na Arena da Baixada, a equipe tricolor ainda levaria a decisão para os pênaltis se devolver o placar. Qualquer triunfo por dois gols de vantagem (exceto 2 a 0) dá a vaga aos paranaenses.

Além da difícil missão de reverter o confronto, o Fluminense ainda luta contra a má fase que está atravessando e o risco de rebaixamento no Brasileiro, cuja decisão será no próximo domingo (2), contra o América-MG, também no Maracanã.

O Fluminense não faz um gol sequer há sete partidas, exatamente o mesmo tempo em que carrega um jejum de vitórias -cinco derrotas e dois empates. O último tento tricolor aconteceu justamente na Copa Sul-Americana, diante do Nacional (URU), em Montevidéu, no dia 31 de outubro.

Mesmo com a preocupação no ataque, o técnico Marcelo Oliveira não tem muito o que fazer. O único problema do time segue na lateral direita, com Gilberto contundido. Léo será o seu substituto. No setor ofensivo, Everaldo e Luciano são a esperança de gol.

Pelo Atlético-PR, o desfalque é o zagueiro Paulo André, contundido. Ele será substituído por Thiago Heleno.

Ao contrário do Fluminense, o Atlético-PR vive boa fase no Brasileiro. Mesmo que não obtenha vaga na Libertadores de 2019 com o título da Sul-Americana, o time rubro-negro tem chance de ficar com umas das seis vagas do torneio nacional. Para isso, precisa ganhar do Flamengo no fim de semana e torcer para o Atlético-MG não bater o Botafogo.

MARCOS PEREIRA
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS)

Imprimir