Cidadeverde.com
Últimas

1ª mulher do Piauí a comandar navio mercante é condecorada em São Paulo

Imprimir

Fotos: Arquivo Pessoal

A divulgação oficial dos líderes do Brasil em 2018 ocorre em dezembro

A primeira mulher piauiense a navegar em quatro dos sete mares, comandando um navio mercante foi condecorada pela Associação Brasileira de Líderes como uma das 50 personalidades do Brasil em 2018. A capitã Giovana da Silva Almeida de Morais é oficial da Marinha Mercante e trabalha na Transpetro, empresa do sistema Petrobras, transportando petróleo para diversos países. 

Teresinense, a capitã Giovana ingressou na Marinha após ser aprovada em concurso público para a área e se formar na Escola de Formação de Oficiais no Pará, em 1998. Ela conta que é uma oportunidade de emprego, embora não seja muito divulgado no Piauí. 

"Até hoje o concurso é de nível médio, com a idade de 18 até 23 anos. São duas escolas no país, uma no Pará e outra no Rio de Janeiro. É uma bela carreira e uma ótima oportunidade de emprego", afirmou a capitã Giovana. Do Piauí, além de Giovana há mais dois comandantes homens na ativa.   

Sobre a comenda, ela disse que ficou muito feliz, porque representa o reconhecimento de 20 anos dedicados à Marinha Mercante, que é um outro segmento da Marinha, já que também existe a de Guerra.

"Somos responsáveis pelo transporte de pessoas e produtos pelos oceanos. É uma responsabilidade muito grande, porque no meu caso, ainda tenho que ter cuidado com o Meio Ambiente, em relação ao petróleo que transporto. Já enfrentei mares bravos, icebergues, sempre atendendo os procedimentos de segurança. Também temos situações com os tripulantes que adoecem ou perdem parentes, com a carga e descarga dos produtos. Temos sempre que prezar pela segurança da vida no mar e do meio ambiente", relata Giovana, que já recebeu várias premiações dentro da corporação ao longo dos anos, que antes de ser oficial da Marinha cursou um ano de Enfermagem e dois anos e meio de Biologia na Universidade Federal do Piauí. 

Giovana da Silva Almeida de Morais prestou concurso para a Escola de Formação de Oficiais,  no 2º semestre de 1998. Formou-se quatro anos depois. Adentrou  na Transpetro, empresa do sistema Petrobras, também por concurso, em  maio de 2003. Ascendeu rapidamente pela competência e em 2006 foi a primeira da sua turma a ser promovida a Sub-Comandante. Em 2010 concluiu o Ccrso que proporcionaria assumir o cargo de Capitã. Foi também em 2010 que tornou-se a primeira Oficial da Marinha Mercante a ser Madrinha de um navio. Em outubro de 2012, já condecorada comandante, fez a maior travessia que uma Capitã Brasileira já navegou, simultaneamente, tendo transcorrido por três Oceanos, em uma única viagem. No final de 2016 a Capitã de Longo Curso bateu o próprio recorde ao navegar pelo Mar Mediterrâneo, sendo a primeira Comandante Brasileira a navegar por quatro dos sete Oceanos do Planeta.

 

 

Caroline Oliveira
carolineoliveira@cidadeverde.com

Imprimir