Cidadeverde.com
Cidades

Crescimento da violência assusta moradores de Santa Filomena

Imprimir

Com a violência  nos últimos meses presente no cotidiano da população de Santa Filomena, no sudoeste do Piauí, a 925 km de Teresina, o uso de grades passou a fazer parte da realidade do comércio local.
 
Em alguns pontos da cidade, com pouco mais de 6 mil habitantes, comerciantes do centro e até dos bairros já realizam vendas passando mercadorias  através de grades, com medo de assaltos.
 
Não há um balanço da polícia, mas toda a cidade comenta o aumento do número de roubos em comércios,  residências, furto de motos,  e de celulares.

Isso vem ocorrendo com freqüência nas ruas e avenidas de Santa Filomena, tanto à noite, quanto em plena luz do dia, tendo estudantes como principal alvo. 

“Antes de colocar esta grade, meu comércio foi arrombado cinco vezes. E a única defesa que tenho, abaixo de Deus, é esse porrete de madeira”, falou, bastante indignado, um pequeno comerciante do centro da cidade.

Outro pequeno comerciante do Bairro Primavera, que além de furtos na sua quitanda, já sofreu algumas tentativas de assaltos, conta que passa o dia todo “atrás das grades”, literalmente, assombrado com a onda de violência.


 
Já o proprietário da Casa São Francisco, também no Bairro Primavera, conta que nos últimos dias levaram mais de 1.000 reais em dinheiro e mercadorias. “Só de uma vez levaram 750 reais em produtos de beleza. Tá difícil pra gente trabalhar desse jeito. A solução foi colocar a grade na frente”, disse.

Com informações e fotos: Blog do José Bonifácio

Imprimir