Cidadeverde.com
Últimas

Advogado garante que obras do Metrô não serão suspensas pelo TCU

Imprimir
Em entrevista no Notícia da Manhã desta quinta-feira (4), o advogado da Companhia Metropolitana do Piauí, Marco Antonio de Araújo Santos, afirmou que as obras do novo terminal da praça da Bandeira não deverão ser suspensas. No final da semana passada, o Tribunal de Contas da União enviou relatório ao Congresso Nacional recomendando a suspensão dessa e de outras três obras em todo o Estado.
 
 
A obra do Metrô começou em 2002 e foi suspensa por quatro vezes nos últimos seis anos. A suspensão em outubro de 2007 foi por suspensão do contrato. Em 2008, uma nova construtora assumiu a obra, e hoje restam menos de 15% para sua conclusão. Avaliada em R$ 3 milhões, o prolongamento da estação da Matinha para a Praça da Bandeira teve pedido de suspensão por suspeita de irregularidades na licitação, restrição ao caráter competitivo e deficiências do projeto.
 
 
Marco Antônio de Araújo Santos disse que a Companhia já adotou as providências e pediu o reexame da matéria alegando que a obra está em fase final e o prejuízo maior para a sociedade seria sua não conclusão. O Tribunal suspendeu os efeitos da decisão e o advogado acredita que, assim que ele retomar suas atividades em janeiro, o conflito já estará resolvido.
 
O TCU recomendou ainda a suspensão do Dique do Poty, em Teresina; da Barragem do Rangel, em Redenção do Gurguéia; e da implantação do sistema Adutor Sudeste.
 
Indira Gomes e Eli Lopes (TV Cidade Verde)
Fábio Lima (Cidadeverde.com)
[email protected]
Tags:
Imprimir