Cidadeverde.com
Geral

Timon : Assistente social sofre sequestro relâmpago e não consegue fazer BO

Imprimir

A assistente social Conceição de Maria Meneses Carvalho teve o carro levado na véspera de Natal por  dois assaltantes em Timon-MA. O fato aconteceu por volta das 16h, na última segunda(24), quando estava na cidade para fazer umas compras para a ceia. O veículo é um Kia Soul, de placa PIX-6973, de Teresina, cor vermelha.

"Eu estava sentada no comércio, com uma mulher e uma criança, onde tinham me indicado para comprar uns salgadinhos, eles chegaram de moto, apontaram a arma e mandando a gente não se mexer. Como meu carro é automático, eles me levaram para poder dirigir e me abandonaram  na saída da cidade, mas levaram tudo que tinha no carro, minhas compras de Natal, minha bolsa com R$ 3 mil, cartões, minha vida", afirmou Conceição ao Cidadeverde.com

Apesar de ter acontecido ainda na segunda à tarde, a assistente social está revoltada porque até hoje não conseguiu prestar queixa para obter o Boletim de Ocorrências para acionar o seguro.

 "Fui em todas as delegacias de Timon e estavam com cadeado na porta. Ai me disseram que eu tinha que ir na Central de Flagrantes, quando cheguei lá, o agente me disse que não tinha internet desde sexta e que por isso não tinha como fazer o BO. Um descaso total, eu sofrendo e eles não deram a mínima atenção. O pior é que só com o boletim consigo acionar o seguro e até hoje estou aqui sem conseguir", declara a assistente social. 

No feriado, a família contratou mototaxistas e até vaqueiros da região para fazerem buscas pelas estradas vicinais da cidade. "Passamos mais de três horas rodando pela cidade, tentando encontrar meu carro. Um dever da polícia, que ficou de braços cruzados", destaca a vítima.

Até o momento o carro não foi localizado. 

Polícia

O Cidadeverde.com tentou contato com a Central de Flagrantes de Timon, mas não obteve sucesso. O delegado regional de Timon, Humaitã Olivera informou que está de recesso, mas que a Central está funcionando normalmente. 

Já a delegada Ingrid Albuquerque, que está de plantão nesta quarta-feira(26) no local, informou que as constantes oscilações de energia têm dificultado o uso da internet. 

"Estamos numa sede nova e está tendo oscilação de energia e eventualmente podia está sem internet. Mas, hoje certamente todas as delegacias estão funcionando e ela pode ir fazer o Boletim", declarou a delegada. 


Caroline Oliveira 
[email protected]

 

Imprimir