Cidadeverde.com
Política

Uma das principais promessas do governador é elevar o IDH do Piauí

Imprimir

Foto: Yala Sena

O bancário Wellington Dias (PT), 56, vai para o quarto mandato com a promessa de elevar o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) no estado e priorizar a educação. 

O petista foi eleito com 55,6% dos votos (966 mil). Seu principal adversário, o médico Dr. Pessoa (Solidariedade), teve 20,4% (355 mil).

Com uma aliança de nove partidos (PT/MDB/PP/PR/PDT/PSD/PCdoB/PTB e PRTB), Wellington Dias  foi governador de 2003 a abril de 2010 e voltou ao cargo em 2015, se coligou com adversários nacionais como o MDB e o Progressistas. Tem como aliado o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP, que disputa a reeleição na chapa de Dias.

O petista emplacou uma chapa pura, estratégia considerada ousada no estado, tendo como vice a senadora Regina Sousa, companheira de lutas sindicais.

Enfrentou três operações policiais durante a campanha eleitoral --Topique, Itaorna e Natureza-- que investigam corrupção, fraude em licitações no transporte escolar e expedição de propina para licença ambiental no estado. Os alvos foram empresas e servidores públicos.

Candidato com maior tempo na TV, com mais de quatro minutos, Wellington Dias associou fortemente sua imagem à do ex-presidente Lula, que está preso. Em toda a campanha, ele usou a expressão "somos do time do Lula", aproveitando o prestígio eleitoral do ex-presidente no Nordeste.

No programa eleitoral, Dias afirmou que o Piauí foi um dos que mais gerou postos de trabalho, com saldo de 11 mil empregos, de 2016 a 2017.

Uma das principais promessas do governador é alcançar um IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) de 0,7, considerado alto, ao final do seu quarto mandato. Quando foi governador pela primeira vez, o IDH do Piauí era de 0,4, apontado como baixo. Atualmente é de 0,64 (médio).

O governador se vangloria de ter uma tabela de pagamento em dia e de não atrasar o salário do funcionalismo público. No entanto, enfrenta problemas financeiros, de infraestrutura, falta de segurança, saúde e dependência de repasses da União.

Posse

A solenidade de posse terá início na Assembleia Legislativa a partir das 16h. Lá, o governador fará um breve discurso e dará coletiva à imprensa. Em seguida, ele segue para o Palácio de Karnak onde fará seu discurso. A vice-governadora Regina Sousa também irá falar.

A TV Cidade Verde fará transmissão ao vivo. O internauta também pode acompanhar através do CVPlay. 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Imprimir