Cidadeverde.com
Política

Vereadora Graça Amorim diz que decreto legislativo é midiático

Imprimir


Foto:Ascom

A líder do prefeito na Câmara de Vereadores, Graça Amorim (PMD), reagiu ao Decreto Legislativo apresentado pela oposição, que visa anular o reajuste da passagem de ônibus da capital. Segundo Graça essa é uma competência do Executivo Municipal e não da Câmara.

Graça afirma que a proposta parece ser midiática. “Vamos aguardar a proposição. É preciso saber se cumpre o regramento da Lei Orgânica do Município. Só assim poderemos nos manifestar sobre essa proposição. Parece que apenas procura meio de aparecer na mídia, para criar fatos. A competência legislativa sobre essa questão de passagem de ônibus cabe exclusivamente ao executivo”, disse.

De acordo com a vereadora, cabe ao Conselho Municipal de Transporte analisar e definir o preço da passagem. “É tanto que essa matéria não vem para essa Casa. É o Conselho Municipal de Transporte que analisa todos os custos apresentados pelas empresas que prestam serviço para a cidade de Teresina. Após isso o Conselho analisa, faz uma planilha e encaminha para o prefeito. Não precisou dessa Casa porque é fixada pelo Poder Executivo”, afirmou.

O vereador Dudu (PT) é o autor do decreto que pede a anulação do reajuste. Segundo ele, o aumento ocorreu de forma ilegal. "O prefeito de forma autoritária aumentou a tarifa de ônibus. Não houve uma discussão com a Casa. O prefeito decidiu aumentar e milhares de teresinenses foram prejudicados. Agora caberá ao plenário da Casa decidir se derruba ou não o decreto", disse.

Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com

Imprimir