Cidadeverde.com
Cidades

Três são presos em Itainópolis por posse ilegal de arma de fogo e munições e receptação

Imprimir

Uma ação conjunta de equipes dos Grupamentos de Polícia Militar de Itainópolis e Vera Mendes e Serviço de Inteligência do 4° Batalhão de Polícia Militar, de Picos, resultou na prisão de três pessoas, acusadas de posse ilegal de arma de fogo e munições e receptação.

As prisões aconteceram na tarde desta quarta-feira (30), por volta das 16:30min, nos povoados Sítio e Piçarra, zona rural de Itainópolis. Os suspeitos foram identificados como João Ezequiel Rocha Freitas, Ronildo Bezerra Santos e Inácio Raimundo de Moraes.

A PM recebeu uma denúncia anônima informando sobre a comercialização de drogas no “Bar do Inácio”, na localidade Sítio, e em uma casa abandonada, na Piçarra. A PM se deslocou às comunidades. No povoado Piçarra, a PM encontrou no local mencionado na denúncia, o ex presidiário Widilson Pereira Portela e seu primo, João Ezequiel Rocha Freitas, que ao avistarem a PM, empreenderam em fuga.

Widilson Pereira conseguiu fugir. João Ezequiel foi capturado e informou que os dois estavam no local apenas para o consumo de drogas, negando a prática de tráfico. Nenhum entorpecente foi encontrado com Ezequiel, mas ao realizar buscas na casa, a PM localizou uma espingarda bate bucha e munição.

Foram apreendidos uma espingarda bate bucha, um pote plástico transparente contendo munições, uma motocicleta Honda CG 150 de cor vermelha, com registro de roubo/furto, duas munições calibre 38 SPL intactas, uma motocicleta Yamaha 125 de cor preta, com placa de outro veículo. O suspeito confessou ser dono do material e foi conduzido à Central de flagrantes.

No “Bar do Inácio”, localidade Sítio, a PM encontrou duas munições calibre 38 SPL intactas, pertencentes ao proprietário do estabelecimento, Inácio Raimundo de Moraes. A polícia, suspeitando da procedência de moto Honda CG 150, que estava estacionada me frente ao bar, realizou a busca pelo Chassi, identificando registro de roubo. O proprietário, Ronildo Beserra Santos foi conduzido à Central de Flagrantes, juntamente com Inácio Raimundo.

Fonte: cidadesnanet

Imprimir