Cidadeverde.com
Últimas

Flamengo: "não imagino a dor das famílias", diz governador

Imprimir

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

O governador Wellington Dias (PT) se manifestou nas redes sociais sobre o incêndio no Centro de Treinamento de base do Flamengo, que terminou na morte de dez pessoas nesta sexta-feira (8). Entre as vítimas, vários atletas.

"Muito triste com o que aconteceu no Centro de Treinamento do Flamengo. Não imagino a dor das famílias destes jovens. Meninos que estavam em busca dos seus sonhos, em rotinas agitadas, se dedicando diariamente. Presto minha solidariedade aos familiares e amigos. Que Deus possa consolar os seu corações", disse o governador.

Até o começo da tarde, sete vítimas haviam sido identificadas: Athila Paixão, Arthur Vinícius de Barros Silva Freitas, Bernardo Pisetta, Christian Esmério, Jorge Eduardo Santos, Pablo Henrique da Silva Matos e Vitor Isaías.

O piauiense Samuel Barbosa, 16 anos, que estava no local, escapou sem ferimentos. "A maioria dos atletas está bem. Alguns não conseguiram porque a intensidade de fogo era muita, muita. Aconteceu que o ar-condicionado pegou fogo, daí foi gerando um curto-circuito em todos os ar-condicionados, pegando tudo. Foi muito rápido, muito rápido. Não deu pra conseguir chamar quase ninguém", disse Samuel que joga como zagueiro no Flamengo do Rio de Janeiro onde está há seis anos. Antes de ir para o time carioca, o piauiense jogou no Celtic, em Teresina, e no Jacuipense, na Bahia.

Hérlon Moraes
[email protected]

Imprimir