Cidadeverde.com
Política

"Governador precisa ter jogo de cintura", afirma Wilson Brandão sobre reforma

Imprimir

O deputado estadual, Wilson Brandão (PP), que comandará a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na Assembleia Legislativa do Piauí, afirmou nesta segunda-feira (11) que o governador Wellington Dias (PT) terá que ter "jogo de cintura" para acomodar os partidos da base. A declaração é baseada na reforma administrativa proposta pelo executivo estadual que vai extinguir cargos no governo. O projeto deve ser encaminhado aos deputados nesta semana. 

"O governador vai ter que ter muito jogo de cintura, usar da experiência política para poder acomodar. Nós sabemos que a base cresceu e os espaços vão diminuir, ou seja, a matemática não fecha. Mas a verdade é que nós temos a consciência da necessidade dessa diminuição", disse o parlamentar. 

Wilson Brandão reconhece a necessidade de redução de custos, mas acredita que a questão da Previdência é o problema mais grave em todo o país. 

"Nosso grande problema é a Previdência. Em janeiro de 2011, o rombo da previdência mensal era de R$ 32 milhões; hoje representa mais de R$ 80 milhões, o que ao ano representa mais de R$ 1 bi. Com a redução da máquina, o governo diz que vai reduzir R$ 300 milhões ano, ou seja, 1/3 do que representa o rombo da previdência. Temos que focar a reforma da previdência em Brasília, mas também no Piauí", completa Brandão que lidera a CCJ na Assembleia.

Foto: Caroline Oliveira/Cidadeverde.com

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Imprimir