Cidadeverde.com
Esporte

Esportistas Parnaibanos vibram com o novo Estádio

Imprimir
A cidade de Parnaíba enfrenta dificuldades em dias de jogos mais importantes, mesmo pelo Campeonato Piauiense de Futebol. Faltam espaços e comodidade para os torcedores.Atualmente a cidade tem três pequenos estádios:

ESTÁDIO PETRONIO PORTELA

Pertence ao Parnaíba Sporte Clube mas está abandonado há muíto tempo. Não é usado nem mesmo para treinamentos do time azulino. Trata-se de um patrimônio valioso e o clube não sabe ou não quer administrá-lo. Está sendo jogado no lixo. Aliás, os clubes piauienses têm se revelado mestres na arte de destruir patrimônios Aqui em Teresina River, Flamengo e Piauí afrontaram os seus torcedores ao venderem as chamadas sedes sociais (com locais para campos de futebol) com promessas de grandes investimentos e pouco ou nada aconteceu.

ESTÁDIO VERDINHO

O Parnaíba chegou a mandar jogos do Campeonato Piauiense de Futebol no Verdinho, estádio do Serviço Social da Indústria-SESI, mais tarde negado ao futebol profissional, certamente porque estava sendo prejudicial às atividades esportivas desenvolvidas pelos trabalhadores ns indústria, para os quais foi construido.

ESTÁDIO MÃO SANTA

Surgiu o Estádio Mão Santa, pertencente à Prefeitura de Parnaíba. Tem sido bastante útil para o futebol parnaibano, mas sua capacidade é pequena e o conforto para os torcedores, jogadores e imprensa é quase nenhum. As condições de trabalho e acomodações para o público são muíto deficientes, notadamente quando da realização de partidas mais importantes. Não atende a nenhuma das exigências do Estatuto do Torcedor.


ESTÁDIO OLÍMPICO

Agora a torcida parnaibana está otimista com a assinatura de convênio entre o Governo do Estado e o Ministério dos Esportes para a construção de um Estádio Olímpico em Parnaíba, com espaços para o futebol e outros esportes. Ainda não conhecemos o projeto, local e cronograma de obras, mas vamos confiar.

 E que seja um projeto inteligente e feito por quem conhece as coisas do esporte, mesmo as mais simples, como : evitar uma distância exagerada entre o campo de jogo e os torcedores, definir locais adequados para o trabalho da imprensa(no Albertão fizeram as cabines de rádio e TV de modo que a todo momento a visibilidade é prejudicada pelos torcedores), áreas de estacionamento para carros e não apenas para bicicletas, vias de acesso ao estádio etc.

O Ministro Orlando Silva Júnior anunciou que o Ministério terá 50 milhões de reais para a obra.É o quanto custou a modernização do Estádio Bezerrão na cidade satélite de Gama-Brasília. O Governador Wellington Dias e o Deputado Osmar Júnior, autor da emenda parlamentar, estão certos de que tudo dará certo.

O povo parnaibano gosta de futebol e agora mais do que nunca os dirigentes precisam trabalhar de maneira competente e com amor à cidade e ao seu esporte. A Liga Parnaibana de Futebol deve organizar suas competições com os clubes filiados, além de se empenhar pelo Parnaíba forte no Campeonato Piauiense e pela promoção de torneios de bom nível durante a temporada, acabando com o modelo criminoso de seis meses de férias a cada ano, asim como tem acontecido em Teresina.

 Quem não quiser trabalhar pelo esporte piauiense faça o favor de sumir. E vale salientar que Parnaíba tem outras cidades bem próximas, nas quais milhares de torcedores poderão ser atraidos para os jogos no novo estádio.Querem um nome justo e bonito para o estádio ? Pedro Alelaf. Estádio Olímpico Pedro Alelaf.


Dídimo de Castro

Tags:
Imprimir