Cidadeverde.com
Política

Luciano Nunes pede que divergências no PSDB não sejam discutidas em público

Imprimir


Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com 

O presidente do PSDB do Piauí, deputado Luciano Nunes, afirma que as divergências internas do partido devem ser discutidas internamente. Na última semana, se tornaram públicas as diferenças entre o prefeito de Teresina, Firmino Filho, e o deputado estadual, Marden Menezes. 

O atrito entre os dois se intensificou durante o pleito de 2018. O prefeito foi apontado como responsável pelo desempenho ruim da legenda no pleito já que lideranças ligadas a ele deixaram o partido.

Luciano afirma que a sigla precisa vencer as divergências internas para se fortalecer  para a eleição de 2020.  “É claro que existe um desconforto. Isso é público. Mas defendemos dentro do partido é de que as questões internas possam ser tratadas internamente. É preciso ter sabedoria e inteligência para superar qualquer divergência. Elas são naturais e ocorrem em todos os partidos. Todo partido tem suas alas, teses e estratégias distintas. O importante é que no final, a estratégia que contar com o maior apoio e maior simpatia prevaleça”, disse.

Sobre a eleição de 2020, Luciano possui uma postura diferente do prefeito. Enquanto Firmino diz ser precipitado falar em candidato próprio do PSDB, Luciano garante que a sigla irá apresentar um nome para a disputa em Teresina. 
“O deputado Marden Menezes reafirma que deseja permanecer no partido e trabalha pelo fortalecimento do partido, convidando e atraindo lideranças para o PSDB. O partido terá candidato próprio a prefeito. Esses nomes devem surgir no próximo ano, não podemos antecipar. É calor que qualquer decisão passa pelo prefeito Firmino. É ele quem deve conduzir a sucessão na capital”, disse. 
 
O deputado Themístocles Filho nos convidou e vamos levar nosso abraço e aos amigos do MDB. É um momento de esta democrática. É importante manter o diálogo com os partidos. Esse diálogo é sempre saudável.

Na manhã desta quinta-feira (14), Luciano visitou o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Themístocles Filho (MDB). Os deois trataram sobre prováveis aprcerias entre os dois partidos para 2020. 

“Sem dúvida podemos caminhar juntos.  Temos 224 municípios. É difícil o PSDB não coligar com o MDB em alguns deles. Inclusive imagino que em muitos lugares essa aliança é possível e provável. Já no caso de Teresina, é um campo aberto. E ainda está cedo para fazer análise. Essas conversas devem se amiudar só no próximo ano. Diria que não é algo tão próximo, mas também, não se pode descartar.

 

Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com 

Imprimir