Cidadeverde.com
Cidades

Pai que matou filho jogando no chão confessou crime, diz delegado

Imprimir

Bebê de um ano e seis meses morto pelo pai; foto: arquivo da família

O pai do bebê que morreu ao ter sido arremessado ao chão, na cidade de Santa Filomena, foi ouvido pelo delegado de Corrente, Leandro Damasceno, na manhã desta segunda-feira (18). 

No ultimo sábado, o bebê de um ano e seis meses foi morto ao ser jogado no chão durante uma briga que teve com a mulher. A criança teve traumatismo craniano e morreu na hora. 

O delegado Leandro Damasceno disse que em depoimento o pai foi bastante frio e falou do crime como uma banalidade. Ele confessou o assassinato e o crime foi motivado por não aceitar o fim do relacionamento. 

"Ele confessou o crime, alegou que sua mulher estava tendo um relacionamento com um primo. Ao descobrir, foi à casa, pegou a criança, saiu correndo e a esposa tentou pegar o bebê e ele jogou no chão. O pai vai responder por homicídio qualificado". 

A mãe - que é uma adolescente de 17 anos -  está bastante abalada e revelou a Polícia que é agredida pelo marido há um ano, mas nunca registrou boletim de ocorrência por medo. 

A mãe disse que o pai cometeu o crime motivado por ciúmes. 

Flash Yala Sena
yalasena@cidadeverde.com

Imprimir