Cidadeverde.com
Geral

Polícia Civil deflagra operação e prende mulheres no Piauí e Maranhão

Imprimir

Atualizada às 07h57

A Divisão de Captura (Dicap) da Polícia Civil do Piauí deflagrou a Operação Águas de Março  e prendeu oito mulheres nesta sexta-feira (29). Dentre elas, uma mãe com a filha. 

A operação buscou dar cumprimento a dez mandados de prisão nos estados do Piauí e Maranhão, nas cidades de Teresina (PI), Joaquim Pires (PI) e Timon (MA). 

O coordenador da Dicap, delegado Willame Morais, ressaltou que todos os mandados tem como alvo pessoas do sexo feminino, que praticaram os crimes de tráfico de drogas, roubo majorado e lesão corporal de natureza grave. 

As presas foram identificadas como Fernanda Lima, Kaysa Evyla do Carmo Sousa , Maria Auxiliadora do Nascimento, Antônia Alves do Rego, Sônia Maria da Conceição Sousa, Sandra Maria da Cruz e Jaciara Maria da Silva Sousa. (veja lista com os crimes ao final desta matéria).

A Polícia identificou Sandra Maria e Michele Theyla como mãe e filha, respectivamente.  

“O que chama mais a atenção, além da atividade criminosa de tráfico de drogas, é que a mãe coloca a própria filha para desenvolver o trabalho de tráfico. É bastante grave isso. Elas já foram sentenciadas, pegaram sete anos cada uma. As outras presas também demostram perigo e cometeram crimes graves, como roubo qualificado e lesão corporal de natureza gravíssima”, disse o delegado. 

Fotos: Tiago Melo/TV Cidade Verde

 


Delegado Willame Morais

A Dicap conta com o apoio da Delegacia Regional de Timon, Grupo de Repressão ao Crime Organizado (Greco), Departamento de Operações Especiais (DOE), 25º Distrito Policial e da Força Tarefa da Secretaria de Segurança Pública.  

As presas foram levadas para a sede da Dicap, na zona Sudeste de Teresina. Depois, elas deverão ser levadas para a Central de Flagrantes de Teresina e, em seguida, passar pela audiência de custódia e exames no Instituto de Medicina Legal antes de seguir para o sistema prissional. Todos esses procedimentos deverão ocorrer na manhã de hoje.

“Com essa operação a gente retira de circulação essas pessoas da sociedade.  Essa operação chama a atenção da sociedade para o grau de envolvimento das mulheres no cenário criminoso, que está acontecendo no nosso país. Não é só homens. Antigamente, era uma atividade praticamente exclusiva de homens, o tráfico de drogas, o homicídio e o roubo qualificado, e essa operação está demostrando que as mulheres também são parte ativa desse cenário criminoso”.

Em nota, a Secretaria de Segurança informou que "o nome da Operação 'Águas de Março' refere-se ao fechamento de uma 'Estação', um ciclo ou uma etapa, pois assim como as 'Águas de Março fecham o Verão', no caso específico da Operação, fecha-se o ciclo das ações criminosas dessas mulheres".

Lista das Presas: 

1. Fernanda de Lima (Condenada a 07 anos e 04 meses e 26 dias  de prisão, Art.157);
2. Kaysa Evyla do Carmo Sousa (Condenada a 07 anos e 05 meses  de prisão, Art.157);
3. Maria Auxiliadora do Nascimento Silva (Mandado de Prisão Preventiva,       Art. 129);
4. Antônia Alves Do Rêgo (Tráfico de Entorpecentes);
5. Jaciara Maria da Silva Sousa (Condenada a 05 anos e 10 meses de prisão);
6. Sonia Maria da Conceição Sousa (Prisão Preventiva, Art. 155);
7. Sandra Maria da Silva (Condenada a 07 anos e 02 meses de prisão);
8. Michele Theyla Silva Oliveira (Condenada a 07 anos e 02 meses de prisão).

 


Carlienne Carpaso
[email protected] 

Imprimir