Cidadeverde.com
Cidades

Registrado maior volume dos últimos seis anos na Barragem de Bocaina

Imprimir

Foto reprodução

As chuvas dos últimos meses têm contribuído para o aumento no volume de água nas barragens de todo o Piauí. A barragem de Bocaina, que chegou a atingir 7,5% da sua capacidade, recebeu um grande volume de água e hoje está com 49% do volume total.

De acordo com o agente de serviço de engenharia do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS, Francisco Alves Teixeira, o reservatório possui atualmente 53 milhões de metros cúbicos de água.

“A seis anos não era registrado esse volume de água. Se continuar chovendo a expectativa é que o volume continue a subir. Está sendo trocado todo o equipamento da barragem, que antes era mecânico e agora será hidráulico, ou seja, quando for preciso fazer alguma atividade no equipamento não é preciso ir até o local, isso será feito da base de controle”, explicou o agente.

O aumento no volume da barragem, tem contribuído com o turismo, que aumentou cerca de 80%, movimento a economia local.

“Esse volume será suficiente até o próximo período chuvoso e a nossa expectativa é que ele continue aumentando. Temos água para dois ou três anos”, ressaltou Francisco Alves.

Histórico

A barragem foi construída próxima a nascente do Rio Guaribas e tem capacidade para armazenar 106 milhões de metros cúbicos de água,  quando está cheia, chega a formar um imenso lago de até 28 quilômetros de extensão.

Construída no início da década de 80, no antigo povoado Varjota, pelo 3º Batalhão de Engenharia e Construção (3°BEC), o reservatório tinha como objetivo principal amenizar a seca nas cidades de Bocaina, Sussuapara e Picos, além de dar maior perenidade ao Rio Guaribas. Com o tempo tornou-se opção de lazer por ser uma das maiores barragens do Piauí.

No período de 2004 a 2006, a Barragem de Bocaina atingiu um de seus níveis históricos quanto ao volume de água, onde comportou 100% da sua capacidade.

Fonte: Picos 40 graus

Imprimir