Cidadeverde.com
Esporte

Lutador ex-UFC é atropelado e morre após briga com motorista de aplicativo

Imprimir

O professor de jiu-jitsu e lutador de MMA Rodrigo Guaiana Lima, conhecido como Rodrigo "Monstro", morreu ontem (21) à noite após se envolver em uma briga com um motorista de aplicativo em Belém (Pará). A vítima foi atropelada por volta das 21 horas (de Brasília) e não resistiu aos ferimentos. 

O caso, confirmado pelo UOL Esporte, aconteceu na avenida Júlio César, que fica na região de Val-de-Cans. Rodrigo estava com mais quatro pessoas no carro quando teve início uma discussão. 

De acordo com relatos de uma testemunha, o motorista teria se irritado com o tom de voz de um dos passageiros e pediu silêncio. O lutador desaprovou a reação e desferiu socos no suspeito.

Os passageiros desceram do carro e foram em direção a um posto de gasolina. Nesse momento, o motorista acelerou o veículo e atropelou o professor de jiu-jitsu, que morreu na hora. 

Segundo o delegado da Polícia Civil de Belém, Eduardo Rollo, o suspeito já foi identificado, mas ainda não há uma ordem de prisão. Rodrigo "Monstro" tinha 28 anos e teve um histórico de nove vitórias e três derrotas como lutador profissional. 

Ele chegou a participar de dois eventos do UFC entre 2014 e 2015, mas perdeu os dois combates. A última vitória aconteceu em junho de 2018, no Shooto Brasil. Ele era irmão do também lutador do UFC Michel Trator.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

Imprimir