Cidadeverde.com
Política

Vereadores reagem contra proposta que impõe 50% do orçamento para Saúde

Imprimir

Foto:Ascom/Câmara

A proposta de Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) enviada pelo prefeitura para a Câmara de Vereadores, tem dividido os parlamentares da Casa.  De acordo com a proposta, 50% das emendas parlamentares impositivas devem ser destinadas unicamente para a área da Saúde.

A oposição reagiu à proposta. O vereador Dudu (PT) afirma que o artigo prejudica os vereadores e pede a retirada da proposta da lei.

“Temos direito a 1% de emendas impositivas que é quase R$ 800 mil. Com isso o parlamentar pode minimamente atender as suas bases. Obras em todas as áreas. O prefeito propõe 50% só para a saúde. Queremos a retirada desse artigo da lei. É uma conquista feita a duras penas e agora o prefeito quer acabar com isso”, disse.

A líder do prefeito na Casa, vereadora Graça Amorim, afirma que uma audiência pública será realizada para debater o tema. “A prefeitura irá manter o diálogo com os vereadores. Só for entendida que a proposta é prejudicial aos vereadores, acredito que será retirada. Mas tudo ocorrer com diálogo”, afirmou. 

Lídia Brito
lidiabrito@cidadeverde.com 

Imprimir