Cidadeverde.com
Esporte

Grêmio segue sem Paulo Miranda e deve manter improvisação na zaga

Imprimir

O Grêmio deve manter a improvisação de um volante na zaga diante do Juventude, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Paulo Miranda, que havia sido liberado para treinar com bola, voltou a sentir dores musculares e está vetado da partida em Caxias do Sul, na quarta-feira (22).

Michel, Rômulo e Rodrigues são as alternativas.

Michel e Rômulo levam vantagem pelas palavras de Renato Gaúcho. O treinador reiterou, depois da derrota para o Ceará por 2 a 1, que Rodrigues ainda está sendo preparado para estrear.

A provável improvisação preocupa pelo rendimento ruim. Diante do Ceará, Michel marcou gol contra pela segunda vez -ele já havia marcado diante do Avaí.

Paulo Miranda foi vetado depois de participar de treino coletivo no sábado, em Porto Alegre. A atividade era uma espécie de teste para liberação definitiva do zagueiro. Após o treinamento, os médicos fizeram revisão e decidiram manter o ex-jogador de São Paulo e Bahia fora.

O novo veto médico sequer vem acompanhado de previsão de liberação. Ou seja, Paulo Miranda não tem data para voltar a jogar. A última partida dele foi diante do Inter, na fase de grupos do Campeonato Gaúcho. No longíquo 17 de março.

Além de Paulo Miranda, o Grêmio tem Walter Kannemann e Marcelo Oliveira no departamento médico. Rodrigues foi promovido do time de transição, mas ainda não fez estreia sob argumento de inexperiência e orientações para melhorar posicionamento e jogo individual.

Juventude e Grêmio se enfrentam na quarta-feira (22), às 21h30. A partida de volta, na Arena do Grêmio, acontece na quarta seguinte, dia 29.

JEREMIAS WERNEK
PORTO ALEGRE, RS (UOL/FOLHAPRESS)

Imprimir