Cidadeverde.com
Esporte

Com dois gols de Gilberto, Bahia vence o Fluminense por 3 a 2 na Fonte Nova

Imprimir
  • BAHIA-FLU-6.jpg Felipe Oliveira / EC Bahia
  • BAHIA-FLU-5.jpg Felipe Oliveira / EC Bahia
  • BAHIA-FLU-4.jpg Felipe Oliveira / EC Bahia
  • BAHIA-FLU-3.jpg Felipe Oliveira / EC Bahia
  • BAHIA-FLU-2.jpg Felipe Oliveira / EC Bahia
  • BAHIA-FLU-1.jpg Felipe Oliveira / EC Bahia

Em um jogo marcado por erros individuais e ação direta do VAR, o Bahia venceu o Fluminense neste domingo (26), por 3 a 2, em partida válida pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Bahia sobe três colocações e assume o 10º lugar, com três vitórias, um empate e duas derrotas. Já o Fluminense cai duas posições e termina a rodada em 15º, empatado com Ceará e Cruzeiro, todos com seis pontos.

A vitória do Bahia foi construída ainda no primeiro tempo. Artur abriu o placar com um chute rasteiro e, no lance seguinte, o Fluminense chegou ao empate com Pedro, de pênalti. Gilberto diminuiu ainda no primeiro tempo após roubar a bola nos pés de Agenor e empatou na segunda etapa, também de pênalti. A sensação João Pedro ainda diminuiu para o Flu, após conseguir o rebote da bola batida por Ganso.

Os erros individuais foram decisivos na construção do placar no primeiro tempo. O Bahia largou na frente num eficiente contra-ataque, aos 17 minutos.

Após uma falha na cabeçada de Caio Henrique, a bola sobrou nos pés de Gilberto, que disparou em velocidade e encontrou Artur na entrada da área. O jovem chutou rasteiro na saída de Agenor para colocar o time de Salvador na frente.

O empate do Fluminense veio praticamente no lance seguinte. Nino Paraíba chegou atrasado em Yony e o árbitro não pensou duas vezes em marcar a penalidade. Douglas Friedrich até acertou o lado, mas não conseguiu evitar que o chute de Pedro entrasse no lateral da rede e igualasse o placar.

Aos 30 minutos, o goleiro Agenor tentou sair jogando com os pés, mas acabou sendo desarmado por Gilberto. Ele mesmo recuperou a bola e só teve o trabalho de empurrar para o gol vazio, para colocar o Bahia na frente novamente.

O árbitro de vídeo entrou em ação duas vezes no segundo tempo. Primeiramente, aos 16 minutos, ele foi acionado para confirmar o toque de mão de Gilberto, lateral do Fluminense, lance que resultou em pênalti para o Bahia. Gilberto, atacante do time soteropolitano, bateu e teve a cobrança defendida por Agenor.

O VAR novamente interveio na jogada, flagrando o adiantamento do goleiro do Flu na cobrança. Por conta disso, Agenor acabou recebendo o segundo cartão amarelo (o primeiro foi momentos antes, por reclamação). Rodolfo entrou em seu lugar, mas não conseguiu evitar que Gilberto balançasse as redes em sua segunda tentativa.

Fonte: UOL/FOLHAPRESS

 

Imprimir