Cidadeverde.com
Política

Wellington destaca necessidade de diálogo para aprovação de reforma da previdência

Imprimir

Foto:RobertaAline/CidadeVerde.com

O governador Wellington Dias, juntamente com os outros oito governadores do nordeste, divulgaram na noite desta quinta-feira (06) uma carta direcionada à Presidência da República a respeito do projeto de Reforma da Previdência, do Governo Federal, enfatizando a necessidade de entendimento para a aprovação da reforma da previdência.

No documento, intitulado Há um só Brasil que é de todos os brasileiros , os governadores reconhecem a necessidade de reformas da previdência, tributária e política, mas destacam que “há divergências em pontos específicos a serem revistos, como nos casos do Benefício de Prestação Continuada e da aposentadoria dos trabalhadores rurais que, especialmente no Nordeste, precisam de maior atenção e proteção do setor público”.

Para os governadores, “também são pontos controversos na reforma ora em pauta a desconstitucionalização da previdência, que acarretará em muitas incertezas para o trabalhador, e o sistema de capitalização, cuja experiência em outros países não é exitosa. Além de outras alterações que, ao contrário de sanear o déficit previdenciário, aumentam as despesas futuras não previstas atuarialmente”.

Na carta os governadores também criticam a polarização política exarcebada e dizem que “as energias devem ser canalizadas para o escrutínio das divergências e o aperfeiçoamento das ações, de modo que todos sejam beneficiados, evitando-se a armadilha do divisionismo que tem acirrado os ânimos e paralisado a nação”, confome trecho da carta.

O governador Wellington Dias falou da importância dessa união pelo Brasil para enfrentar a crise politica e econômica que o país passa, segundo ele apesar das divergências em alguns tópicos é preciso salientar o consenso de que a reforma é necessária e urgente. “Queremos cooperar e encontrarmos o melhor caminho para todos os brasileiros, baseados no preceito deve haver um terreno sólido para retomarmos o crescimento e enfrentarmos a crise. O diálogo se faz necessário para chegarmos a um entendimento que beneficie a todos”, disse o chefe do executivo piauiense.

redacao@cidadeverde.com 

Imprimir