Cidadeverde.com
Esporte

Revelação do Paulistão, Martinelli é anunciado como reforço do Arsenal

Imprimir

Gabriel Martinelli é o novo reforço do Arsenal. Nesta terça-feira, o clube londrino anunciou a contratação do atacante brasileiro, de 18 anos, que estava no Ituano e foi eleito a revelação da última edição do Campeonato Paulista. Os detalhes financeiros da transação não foram revelados. 

Ao confirmar a contratação de Martinelli, que vinha despertando o interesse de diversos clubes do futebol europeu, o Arsenal destacou a precocidade do seu reforço, que fez a estreia pelos profissionais do Ituano em novembro de 2017, quando tinha apenas 16 anos e nove meses. E, desde então, entrou em campo 34 vezes pelo clube do interior paulista, com dez gols marcados.

Recentemente, Martinelli foi chamado para completar os treinamentos da seleção na preparação para a disputa da Copa América. E agora será mais um brasileiro a atuar pelo Arsenal, se juntando a nomes como Edu, Gilberto Silva, André Santos, Denílson, Eduardo da Silva, Gabriel Paulista, Juan, Júlio Baptista e Sylvinho. 

"Eu conheço alguns. Eu conheço Edu, Denilson e sei que eles têm muita história no clube. O Edu, em particular, eu tive um pequeno contato com ele no Corinthians, pois passei um período lá e sei que teve muito sucesso aqui, mas também pela seleção. Eu vou tentar seguir o mesmo caminho", disse Martinelli, ao site oficial do Arsenal. 

Se apresentando ao torcedor do seu novo clube, Martinelli disse se inspirar no estilo de jogo do astro português Cristiano Ronaldo. "Eu me inspiro meu jogo no Cristiano Ronaldo, ele é um jogador que trabalha duro, se reforça para atingir o próximo nível. Sempre na corrida por títulos e troféus individuais", comentou. 

Além disso, Martinelli apontou ser a realização de um sonho de infância a transferência para um dos gigantes do futebol europeu com apenas 18 anos. "É um sonho desde que eu era criança e também o sonho da minha família para eu estar jogando na Europa e jogar por um time grande como o Arsenal. Eu vou aproveitar esta oportunidade", comentou.

Fonte: Estadão Conteúdo

Imprimir