Cidadeverde.com
Política

Robert Rios descarta ida pro MDB: "vamos fortalecer o DEM"

Imprimir

O ex-deputado estadual Robert Rios descartou nesta quarta-feira (10) sua ida para o MDB. Rios recebeu o convite de filiação do presidente da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), Themístocles Filho. Para o ex-parlamentar, sua situação no Democratas ainda é confortável.

"Eu gosto do meu partido. Fui muito bem recebido no meu partido. Estou confortável. Só tive um choque quando soube que o deputado Átila, que é meu amigo, iria presidir o Democratas. Aí eu disse que se ele fosse presidir, não tinha condições de ficar. Na eleição de 2002 o Átila levou o partido (na época o PSDB) para o governo. Eu fiquei traumatizado", disse em entrevista à TV Cidade Verde.

Robert Rios ressaltou que é de oposição e vai trabalhar para fortalecer o DEM para as eleições 2020.

"Todo mundo sabe que sou de oposição. Eu quero ter as garantias que eu coordene a campanha de Teresina. De hoje até amanhã vou conversar com o DEM para ter as garantias de coordenar as eleições. Vamos ficar no DEM, fortalecer o DEM, trazer gente para o partido. Se lá na frente a gente se coligar, que seja", afirmou.

Foto: Analice Borges

Amigo do prefeito de Teresina, Firmino Filho, Rios garante que, se for preciso, fará oposição ao tucano no ano que vem.

"Se chegar o ano que vem e não tiver qualquer aliança com o PSDB, claro que estamos na oposição com toda grandeza. Sou amigo do Firmino, mas não vou vassalo do prefeito", finalizou.

Hérlon Moraes
herlonmoraes@cidadeverde.com

Imprimir