Cidadeverde.com
Últimas

Laudo atesta que mãe morta no Piauí sofreu traumatismo craniano

Imprimir

Foto: arquivo pessoal

A Polícia Civil do Piauí conclui esta semana o inquérito que investiga a morte de  Amaralina Coelho Ramos, 49 anos, na cidade de Acauã, no interior do Piauí. Laudo do Instituto Médico legal (IML) confirmou que a vítima sofreu traumatismo craniano. O suspeito- que teria insanidade mental- é o próprio filho José Augusto Coelho Ramos que está internado provisoriamente. 

Amaralina ficou desaparecida por mais de dez dias. O corpo foi encontrado em uma espécie de lagoa na cidade. 

"O laudo do IML atestou traumatismo craniano, o que confirma com os demais elementos que colhemos na fase de investigação que o filho matou a mãe a pauladas. Ele já fazia tratamento psiquiátrico e permanece internado provisoriamente por determinação da Justiça", explica Cícero de Oliveira, titular da 12ª Delegacia Regional de Polícia Civil. 

O suspeito teria confessado que teve uma discussão com a mãe, mas não revelou o motivo. 

O delegado explica que José Augusto chegou a ter a prisão preventiva decretada, mas foi revogada em virtude da suposta insanidade mental.

Foto: Cidadesnanet

"Representamos pela aferição da insanidade mental, mas cabe ao poder judiciário deferir ou não. De toda forma, ele será indiciado por homicídio qualificado e o MP deve oferecer a denúncia. A Justiça analisa a imputabilidade durante a tramitação processual. Se confirmado a insanidade é aplicada medida de segurança e ele permanecerá internado", conclui o delegado. 

O crime ocorreu em maio deste ano. Familiares relataram que havia histórico de agressões do filho contra a mãe.

 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Imprimir