Cidadeverde.com
Geral

Redução na frota de ônibus chega a 20%, aponta sindicato

Imprimir

Um relatório divulgado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintetro) aponta que a frota de ônibus funciona com um número 20% menor do que a quantidade licitada. A Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) não confirma os dados.

Segundo Fernando Feijão, presidente do Sintetro, a redução apontada justificaria o aumento na demora dos ônibus e também da lotação nos horários de pico. O relatório assinala que na frota da zona Sul houve uma redução de 20 ônibus, passando de 140 para 120 veículos. Na zona Leste, por exemplo, o número teria caído de 112 para 98 ônibus.

Em entrevista à TV Cidade Verde, o gerente de planejamento da Strans, Denilson Guerra, não ratificou os dados. Segundo ele, por conta das alterações nas linhas com integração, o número dos ônibus ainda não pode ser balanceado, ainda assim ele garante que o número de ônibus está dentro do previsto. 

Foto: Carliene Carpaso/Cidadeverde.com

O gerente explicou que houve uma mudança na quantidade de usuários de transporte coletivo nos últimos anos acima da que foi prevista. “Ao longo dos anos não só em Teresina mas em outras cidades, houve uma modificação dos passageiros. Se fez uma projeção de queda de 10% na demanda, nos últimos anos a queda chegou a 25%”.

Denilson também aponta que o aumento na frota de ônibus implica diretamente nos custos do transporte o que poderia gerar um aumento no valor da passagem.  “Se a gente coloca um carro para transportar 10 pessoas, estaríamos elevando o custo para o sistema. A gente tem que aumentar o volume no horário de pico e nivelar no horário de menor fluxo”, explicou o gerente que alega que o preço da passagem segue parâmetros nacionais, como índice de combustíveis e de preços de veículos, que não são estabelecidos pela prefeitura.

O plano diretor de transporte coletivo foi elaborado em 2007 e os veículos contratados em 2014. 

Reclamações

Sobre as reclamações acerca dos horários dos ônibus fixados nos terminais, Denilson esclareceu que para alguns casos foram feitos ajustes na última sexta-feira (9) e que logo serão informados os horários atualizados. Para reclamações, os usuários podem acessar as redes sociais do Integra Teresina, o portal da prefeitura e o aplicativo Colab. 

Valmir Macêdo
valmirmacedo@cidadeverde.com

Imprimir