Cidadeverde.com
Esporte

Como 'novo Arana' pressiona substituto de Avelar no Corinthians

Imprimir

Com a suspensão de Danilo Avelar, o jovem Carlos Augusto será o titular da lateral-esquerda do Corinthians contra o Botafogo, neste sábado (16), às 17h (de Brasília), em Itaquera, em jogo válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. 

O "prata da casa" precisa evoluir com a camisa do clube, pois diretoria e comissão técnica estão empolgadas com Lucas Piton, titular da equipe sub-20 e que renovou contrato nesta semana.

Piton é visto como uma espécie de "novo Guilherme Arana" no Corinthians. Com origem no Futsal, o lateral se destaca pela técnica, assim como Arana, que hoje defende o Sevilla, da Espanha. Há até quem diga no Parque São Jorge que é um desperdício utilizar Piton na lateral por conta de sua habilidade com a bola nos pés.

Na visão dos profissionais do clube, o lateral de 18 anos tem dribles curtos de futsal e o seu cruzamento na área é como um passe. Piton chegou ao Corinthians em 2017 para reforçar o time de futsal e logo foi "promovido" para o campo. Mesmo atuando no sub-20, ele continuou sendo convocado para a seleção brasileira de futsal por cerca de um ano.

O técnico Fábio Carille já relacionou Piton três vezes, mas ele ainda não estreou na equipe profissional. Internamente, alegam que o Corinthians esperava uma renovação contratual para não perder o jogador precocemente para o futebol do exterior. Esta semana, o lateral estendeu o vínculo até setembro de 2021 -o contrato anterior terminava em março de 2020.

Outra vertente é de que Piton ainda precisa ganhar mais força física para concorrer com Avelar e Carlos Augusto na lateral-esquerda. A semelhança com Guilherme Arana, aliás, não está somente na habilidade e ofensividade.

Os profissionais do clube avaliaram que Piton ainda precisa evoluir no sistema defensivo e, assim como Arana, ele deixa a desejar um pouco na marcação.

Carlos Augusto, por sua vez, se destaca mais pela força física e não possui a mesma habilidade que Arana e Piton. Além disso, o jovem lateral atuará pressionado contra o Botafogo, pois teve uma desempenho muito abaixo do esperado na última oportunidade -na vitória do Corinthians contra o Goiás por 2 a 0, em Itaquera, na semana passada. O próprio Carlos assumiu o desempenho ruim após o jogo.

SAMIR CARVALHO
SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS)

Imprimir