Cidadeverde.com
Esporte

Vasco fecha acordo com CT alugado enquanto o próprio não é construído

Imprimir

Com a previsão de que dois campos fiquem prontos somente no primeiro semestre de 2020, o Vasco tratou de resolver as pendência com o centro de treinamento que hoje utiliza de maneira alugada em Vargem Pequena (RJ).

Durante o evento que lançou o projeto do CT próprio do clube, o presidente vascaíno, Alexandre Campello, revelou ter chegado a um acordo com o proprietário do CT do Almirante, o empresário Evandro Ferreira, que havia notificado judicialmente o cruz-maltino com ameaça de despejo por conta de dívidas.

"Em relação ao CT do Almirante, já houve um entendimento com o Evandro. Na segunda-feira (26) estaremos assinando um novo contrato, onde a gente dá tratamento a essa dívida, a esses acertos, e ele entendeu perfeitamente. Hoje a relação com ele é muito boa", declarou Campello em entrevista coletiva.

Na ocasião da notificação, A dívida total era de cerca de R$ 600 mil, mas após a notificação, o Vasco pagou cerca de R$ 200 mil, algo que não acalmou Ferreira, que desejou receber o débito de maneira integral. 

Agora, porém, o empresário acertou o acordo e revelou que o novo contrato terá duração de seis meses, ao contrário do anterior, que ia até o fim de 2020.

"Procede o acordo. Foi tudo acertado. O novo contrato vai até o meio do ano que vem. Se eu não me engano, até junho", declarou Evandro à reportagem.

Com o CT próprio a ser construído, o Vasco fará uma economia de cerca de R$ 1,8 milhão anuais com aluguel. O projeto total conta com sete campos, mas na etapa inicial, apenas dois serão entregues.

BRUNO BRAZ
RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS)

Tags: Vascofutebol
Imprimir