Cidadeverde.com
Política

Oposição quer judicializar liberação de emendas na Câmara de Teresina

Imprimir

Foto: Roberta Aline/ Cidadeverde.com


Com a mudança no comando da Secretaria de Governo, a oposição na Câmara voltou a pressionar para a liberação de emendas. De acordo com o presidente da Casa, Jeová Alencar, alguns parlamentares estão desde 2015 sem emendas.

Jeová afirma que já se passaram seis meses após reunião com o ex-secretário de Governo, Raimundo Eugênio, sem respostas. Agora, a Casa vai buscar judicializar a questão. 

"No início do ano recebemos a visita do então secretário de Governo, Raimundo Eugênio. Eles ficaram encarregados de liberar as emendas, pediram um prazo até julho, já estamos em setembro e nada. Na época eu disse que a reunião era estilo Rolando Lero. Até o momento nada foi feito", disse.

Cada vereador tem direito a indicar R$ 750 mil em emendas no orçamento da prefeitura.

"Esses recursos são para obras como calçamento, asfalto, melhorias em praças entre outras coisas. Desse total, 30% deve ir para a saúde. Até agora a prefeitura não faz seu papel e vamos judicialiazar", destacou. 

Com a saída de Raimundo Eugênio, quem assume a pasta é Fernando Said. Ele foi apresentado pelo prefeito aos vereadores como o responsável pela articulação política.

 

Flash Lídia Brito
[email protected] 

Imprimir